English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, abril 12, 2016

Justiça suspende reintegração de posse de colégio ocupado na Ilha

reintegração de posse do Colégio Estadual Perfeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, foi suspensa após uma decisão do desembargador Sérgio Seabra Varella, do plantão judiciário. A decisão aconteceu na noite de segunda-feira, após uma solicitação da Defensoria Pública Estadual.
Alunos do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, estão ocupando a unidade desde o mês passado
Foto: Agência Brasil
Em sua decisão, o desembargador determinou o recolhimento imediato do mandado de reintegração de posse que tinha sido concedido pela juíza Neusa Regina Larsen de Alvarenga Leite, da 14ª Vara de Fazenda Pública do Rio, até a reapreciação da matéria pelo relator da câmara para o qual o processo for distribuído.
No último dia 23 de março, a escola foi ocupada por 35 alunos integrantes do movimento estudantil “Ocupa Escola”, em protesto por melhorias nas condições de ensino, contra os cortes de orçamento realizados na área de educação e em apoio à greve de professores da rede estadual.
Nesse período de ocupação, os estudantes descobriram mais de duas mil unidades de livros didáticos para descarte. Eles alegam que desde o início do ano letivo não possuem material didático completo para estudar.
"Humilhante a descoberta. Os professores tinham que tirar xerox do livro dos professores com rasuras para ensinarem as matérias", contou o aluno Flávio Mercier, de 17 anos.
Os estudantes estão se dividindo em tarefas como limpeza, segurança, entre outras. Na segunda-feira, os alunos da Mendes de Moraes disseram, em coletiva, ter o apoio das famílias. Houve princípio de confusão, quando um grupo tentou impedir a entrada de outros contrários ao movimento.http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2016-04-12/justica-suspende-reintegracao-de-posse-de-colegio-ocupado-na-ilha.html