English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sábado, abril 23, 2016

ONU e FHC repudiam discurso de Jair Bolsonaro

A Organização das Nações Unidas (ONU) manifestou repúdio “à retórica de desrespeito contra os direitos humanos”, proferidas durante a votação do do impeachment, na Câmara dos Deputados, no último domingo.
A entidade condenou o discurso do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que fez referência a Carlos Alberto Brilhante Ustra, coronel reconhecido pela Justiça brasileira como torturador durante a ditadura militar.
“Repudiamos qualquer tipo de apologia às violações de direitos humanos como a tortura, que é absolutamente proibida pela Constituição brasileira e pelo direito internacional. Estes comentários são inaceitáveis, especialmente vindos de representantes das instituições brasileiras e eleitos por voto popular”, criticou a ONU, em nota oficial.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também classificou como “estapafúrdia” a declaração de Jair Bolsonaro. Para FHC, o PSDB, seu partido, deve repudiar as declarações.
“É inaceitável que tantos anos após a Constituição de 1988 ainda haja alguém com a ousadia de defender a tortura e, pior, elogiar conhecido torturador. O PSDB precisa repudiar com clareza essas afirmações, que representam uma ofensa aos cidadãos do País e, muito especialmente, aos que sofreram torturas”, disse Fernando Henrique Cardoso.http://odia.ig.com.br/brasil/2016-04-23/onu-e-fhc-repudiam-discurso-de-jair-bolsonaro.html