English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, maio 17, 2016

Cuba e EUA planejam acordos de segurança e saúde, diz diplomata

Cuba e EUA planejam acordos de segurança e saúde, diz diplomata


O regime de Cuba e o governo dos Estados Unidos planejam fechar acordos nos próximos meses nas áreas de saúde, segurança e agricultura, informou nesta segunda-feira (16) a diplomata cubana Josefina Vidal.
Chefe da delegação cubana para as negociações com os americanos, ela participou de uma reunião bilateral em Cuba para estabelecer um roteiro para o diálogo durante o resto deste ano. "A agenda é bastante ambiciosa", disse.

Rebecca Blackwell - 22.mar.2016/Associated Press
O presidente dos EUA, Barack Obama, e o ditador de Cuba, Raúl Castro, acenam para plateia
O presidente dos EUA, Barack Obama, e o ditador de Cuba, Raúl Castro, acenam para plateia
Para ela, a viagem do Barack Obama a Havana permitiu o avanço das negociações e da cooperação. Ela tem uma visão é diferente do ditador Raúl Castro, que considerou a ida um ataque aos valores cubanos.
"Nós acreditamos que a visita foi um passo a mais para avançarmos em direção a uma melhora nas relações e pode ajudar a acelerar este processo, que é de interesse de ambas as nações", disse.
Segundo a embaixada americana em Havana, os países terão discussões sobre direitos humanos e reivindicações como as compensações financeiras decorrentes das expropriações de empresas americanas e do embargo a Cuba.
Enquanto os Estados Unidos buscam uma compensação de US$ 10 bilhões (R$ 35 bilhões) pelos imóveis e fábricas de americanos nacionalizadas, Cuba quer US$ 121 bilhões (R$ 423,5 bilhões) em indenização pelo embargo.
"Os Estados Unidos esperam ansiosamente que estas reuniões sejam realizadas. Amanhã discutiremos passos sobre a segurança bilateral no diálogo sobre segurança", informou a embaixada, em comunicadohttp://www1.folha.uol.com.br/mundo/2016/05/1771991-cuba-e-eua-planejam-acordos-de-seguranca-e-saude-diz-diplomata.shtml