English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, maio 03, 2016

Economia Criativa transforma cenário socioeconômico de Barra do Piraí-RJ



Revolução silenciosa movimenta cultura, turismo e geração de trabalho e renda

Economia Criativa é um modelo de gestão ou negócio desenvolvido com atividades a partir do conhecimento ou da criatividade com foco na geração de trabalho e renda. No mundo econômico, este é um dos setores que cresce mais rápido. Em Barra do Piraí, cidade do interior do Rio de Janeiro, é, desde 2009, um dos carros-chefes para o desenvolvimento socioeconômico do município, e, atualmente, funciona como uma importante estratégia de projeção e promoção da pequena cidade, que conta com pouco mais de 101 mil habitantes, em âmbito nacional e internacional.

O secretário municipal do Trabalho e Desenvolvimento Econômico da cidade, Roberto Monzo, explica que a estratégia de substituir o modelo tradicional para focar na Economia Criativa é um passaporte para o futuro.

- Em 2009 criamos o Polo Audiovisual da cidade, gerando assim, trabalho e renda, além de elevar a autoestima da população através do desenvolvimento sustentável e manutenção da qualidade de vida. Barra do Piraí é uma cidade tranquila que guarda ainda os resquícios do Ciclo do Café, além da ferrovia criada à época do Império. Com a Economia Criativa alcançamos desenvolvimento sem alterar o estilo de vida dos moradores - destaca o secretário.

Com a criação do Polo Audiovisual alunos e professores do município foram capacitados com oficinas de cinema através projeto Luz, Câmera, Educação, onde puderam aprender todas as etapas para a gravação de um filme. A partir daí surgiu o Festcine - Festival Internacional Estudantil de Cinema de Barra do Piraí – onde cada escola envolvida no projeto faz um curta-metragem de até 15 minutos. A primeira edição foi realizada em 2010; a sétima acontece em maio deste ano, entre os dias 15 a 21. Já conhecido como Oscar Estudantil Brasileiro, o evento reúne 20 escolas do município disputando a competição local, dez escolas de todo o Brasil para a competição nacional, além de três instituições do Irã, da Argentina e da Rússia para a mostra internacional, sem caráter competitivo. Detalhes da programação no site: www.festcineestudantil.com.br.



Educação e arte
O novo modelo de desenvolvimento adotado na cidade despertou um importante intercâmbio com o turismo, comércio e educação. O secretário estima que uma produção artística injete até 500 mil reais na economia de Barra do Piraí, em produtos de bens e serviços.

Além dos aspectos econômicos, a Economia Criativa, através do projeto do Polo Audiovisual, despertou uma mudança comportamental nos alunos. A proposta aproximou os estudantes da escola, contribuiu para melhorar o comportamento e estreitou o relacionamento dos educadores com os adolescentes.

- Nós demos início a uma revolução silenciosa. Com o projeto Luz, Câmera, Educação descobrimos novos talentos e geramos mão-de-obra qualificada. Despertamos o trabalho em equipe, comprometimento e pensamento crítico. Os estudantes ganharam voz e vez para realizar mudanças, pontua Monzo que, pelo trabalho desenvolvido em Barra do Piraí, foi convidado para representar os municípios do interior no Conselho Estadual de Políticas Culturais na Secretaria Estadual de Cultura.

O Polo Audiovisual atrai também artistas, diretores e profissionais do audiovisual que encontraram na cidade o ambiente propício para locações dos mais variados trabalhos. Desde 2009, a cidade já foi cenário de 15 gravações, desde episódios de seriados a filmes estrangeiros, como o longa brasileiro O Casamento de Gorete e o telefilme alemão On the road.

- Para dar suporte às produções, foi criada a Film Commission de Barra do Piraí, a primeira do interior do estado. Essa é uma estrutura responsável pela intermediação entre produtores e o município, atuando com o objetivo de facilitar ao máximo o trabalho desses profissionais – explica Monzo. Um banco de dados com locações, principais fornecedores, equipe técnica, elenco principal, de apoio e figuração, é disponibilizado para atender às necessidades das produções. Além disso, a Film Commission trata das autorizações para as filmagens, como interdição de ruas, por exemplo.

Em contrapartida aos serviços oferecidos pela cidade as produções se comprometem a inserir nas gravações os jovens capacitados e com experiência no mercado audiovisual. A oportunidade de incorporar os moradores locais nos trabalhos cinematográficos mexe com a autoestima da população, além de reduzir alguns custos das produções que não precisam levar à Barra do Piraí uma grande equipe.