English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, maio 19, 2016

Pela primeira vez, mulheres poderão ingressar no curso de cadete da Aman

Pela primeira vez na história da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, mulheres poderão alcançar o posto mais alto da instituição, o de general do Exército. É que estão abertas as inscrições para o sexo feminino para ingressarem no curso de cadete da academia. Estão sendo oferecidas 40 vagas para o quadro de material bélico e o serviço de intendência. As inscrições devem ser feitas pela internet até 28 de junho.
A taxa cobrada é de R$ 90. As candidatas devem ser brasileiras natas, ter entre 17 e 22 anos, completados até 31 de dezembro do ano da matrícula, e ter concluído ou estar cursando (no ano da inscrição) o 3º ano do Ensino Médio.
Para que sejam admitidas na Aman, as interessadas deverão passar pelo concurso de admissão da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx). Assim como no processo masculino, a seleção inclui exame intelectual, teste de saúde e de aptidão física.
Após um ano na EsPCEx, as alunas poderão entrar pelo Portão Monumental da Aman como cadetes, para concluírem os próximos quatro anos de formação como oficiais do Exército.
Mulheres no Exército
Com a inserção do sexo feminino na Aman, em 2021 estarão formadas as primeiras Aspirantes a Oficial da área bélica, que poderão alcançar até o mais alto posto da instituição, o de General de Exército.
A presença de mulheres no Exército vem desde o século XIX. No entanto, elas atuavam apenas em áreas administrativas, de saúde e de ensino.
Como funciona a EsPCEx
Com sede em Campinas, em São Paulo, a EsPCEx é o estabelecimento de ensino militar do Exército responsável por selecionar e preparar os jovens para o ingresso no curso de formação de oficiais das armas, do quadro de material bélico ou do serviço de intendência.
A seleção é feita anualmente, por meio de um concurso de admissão de âmbito nacional, no qual são oferecidas cerca de 400 vagas para o sexo masculino e 40 vagas para o sexo feminino. As provas acontecem geralmente em setembro, e os classificados serão convocados em janeiro do ano seguinte, para as etapas seguintes do concurso.
Após a aprovação, o candidato é matriculado e passa a ser militar da ativa, na condição de aluno da EsPCEx. Se concluir o curso com aproveitamento, prosseguirá para a Aman. Após quatro anos, concluirá o curso de formação e será declarado aspirante-a-oficial das armas, do quadro de material bélico ou do serviço de intendência do Exército Brasileiro.http://diariodovale.com.br/tempo-real/mulheres-pela-primeira-vez-poderao-ingressar-no-curso-de-cadete-da-aman/