English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, outubro 20, 2016

Samuca e Baltazar participam de encontro com Fórum das Entidades Empresariais de Volta Redonda



A ACIAP VR foi palco na tarde desta terça-feira, dia 18, de encontros com os dois candidatos que disputam a prefeitura de Volta Redonda no segundo turno das eleições municipais. Organizados pelo Fórum Permanente das Entidades Empresariais, as reuniões tiveram duração de cerca de uma hora e 15 minutos cada e contaram com a participação de dirigentes das entidades e assessores.
Os dois candidatos responderam, separadamente, a oito perguntas elaboradas por cada uma das entidades que compõem o Fórum. Entre os temas abordados estiveram política de desenvolvimento econômico, implantação de parcerias público-privadas, relacionamento com a CSN e redução de custos na gestão municipal.
Seguindo ordem de sorteio, o primeiro candidato ouvido pelo Fórum foi Samuca Silva (PV). Acompanhado do seu candidato a vice-prefeito, Maycon Abrantes, Samuca garantiu que vai fazer de Volta Redonda uma cidade empreendedora. “Vamos criar a casa do empreendedor, um espaço que vai reunir diversos órgãos da prefeitura ligados ao atendimento das demandas dos empresários e contadores. Assim, pretendemos eliminar a burocracia que atualmente existe para emissão de alvarás e licenças para funcionamento de empresas”, explicou o candidato do Partido Verde, que também se comprometeu a estudar possibilidades de implementar parcerias público-privadas (PPP) no município.
Sobre o relacionamento com a CSN, Samuca afirmou que não vê a siderúrgica como a grande vilã da cidade. “Precisamos quebrar esse preconceito e fazer com que a CSN olhe Volta Redonda como uma cidade que lhe dá oportunidades para se desenvolver. Já tenho aberto um canal de diálogo e pretendemos ampliar esse relacionamento com a diretoria, conhecendo o planejamento da empresa e alinhando seus projetos com a prefeitura”, disse.
O candidato ainda garantiu que vai promover concurso público para a administração municipal de forma responsável e trocar todo o secretariado. Outro compromisso assumido por Samuca foi revisar o plano diretor da cidade e criar uma central de compras para reduzir os custos. “Hoje, a prefeitura não tem planejamento adequado das obras. O que deveria ser concentrado em apenas uma secretaria é feito por todas. Isso aumenta custos e gera possibilidades de fraudes. Meu governo vai centralizar as obras municipais em uma só secretaria, que terá uma central de compras”, explicou.
Ao final, Samuca e Maycon agradeceram a oportunidade de participar do encontro e disseram que estão abertos ao diálogo com o setor produtivo e a população de Volta Redonda. “Vamos mudar a forma de governar a cidade”, afirmaram.
Depois de um breve intervalo, o Fórum recebeu o candidato Baltazar (PRB). Em sua fala inicial, ele destacou que hoje Volta Redonda não tem um ambiente favorável para a geração de negócios. “Nosso município é um dos poucos que conheço que ainda não implantou o sistema do Regin junto à Jucerja para facilitar e agilizar a emissão de alvarás”, denunciou o candidato, garantindo que vai implementar esse sistema e também o acompanhamento digital de processos administrativos que envolvam abertura de empresas e renovação de licenças.
“Além disso, vamos buscar, junto à iniciativa privada, a celebração de parcerias para desonerar os custos do poder público. Pretendo criar o ‘Provolta’, um programa de incentivos fiscais para aumentar a competitividade, ampliar e atrair novas empresas”, explicou Baltazar. Ele criticou o atual governo municipal por perder relacionamento com a maior empresa da cidade. “É preciso diálogo e respeito com todos os setores da sociedade, inclusive com a CSN. A siderúrgica não pode ser ignorada, ela é indutora do crescimento da cidade”, argumentou o candidato do PRB.
Ele reforçou também necessidade de transparência nas contas da prefeitura e de mais controle social. “Vou criar a controladoria municipal, que vai tornar a gestão pública mais eficiente, pois vai prevenir e combater erros”, ressaltou Baltazar, que se comprometeu também a realizar um planejamento estratégico municipal com a participação da sociedade. “Precisamos unir força para retomar o crescimento social e econômico de Volta Redonda”, finalizou o candidato, elogiando a iniciativa do encontro.
Para o presidente do Fórum Permanente das Entidades Empresariais, Evandro Queiroz, os encontros oportunizaram, mais uma vez, que a classe empresarial conheça as propostas dos candidatos voltadas ao crescimento econômico e social. “Os questionamentos tocaram em pontos importantes de interesse do setor produtivo e que afetam diretamente os cidadãos. Precisamos de uma gestão técnica profissional para que nossa cidade volte a se desenvolver e novamente seja polo tecnológico da região”, finalizou.