English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, dezembro 13, 2016

OSBM realiza último concerto da temporada

Encerrando sua temporada 2016, a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa realizará hoje, às 20 horas, na Igreja Matriz de São Sebastião, no Centro, de Barra Mansa, um concerto em homenagem ao centenário do samba, um dos ritmos que mais definem a identidade nacional. A apresentação também fará um tributo a Noel Rosa, através de uma obra inédita.
Além do samba, que marca o ponto de partida da apresentação, obras que traduzem a cultura de outros países também serão evidenciadas no concerto “Variações Sobre Noel Rosa para Trompa e Orquestra”, regido pelo maestro Vantoil de Souza.
Ao longo da apresentação, as obras de Noel Rosa serão exploradas de uma maneira diferente, especialmente para a execução da orquestra, com solos de trompa. Para este solo, a OSBM convidou o trompista Haroldo Carvalho, um dos primeiros músicos a integrar a Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, contemplando a valorização dos músicos do Projeto Música nas Escolas.
Haroldo faz parte do Projeto Música nas Escolas desde sua fundação, em 2003, e foi o principal trompista da OSBM. Atualmente, atua na Banda Sinfônica do projeto, além de desenvolver trabalho de iniciação musical e prática de conjuntos em escolas da cidade.
Por ser o samba um ritmo originalmente brasileiro e representativo do país, a OSBM selecionou outras duas obras que também apresentassem em sua essência o valor das tradições culturais. “Dánzon nº2”, de Arturo Márquez, apresenta, a partir de seu ritmo e tempo rápido, as danças latino-americanas, em especial a dança cubana, dánzon, que dá nome a obra e se tronou popular no México.
Sinfonia nº 9, de Dvorák, ou “Sinfonia do Novo Mundo” como ficou mundialmente conhecida, encerra o concerto. A obra foi uma das responsáveis por incluir os Estados Unidos no cenário musical mundial, apresentando sons típicos dos músicos negros americanos, mesclando temas indígenas e músicas folclóricas. http://avozdacidade.com/site/noticias/cultura/55494/