English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Barra Mansa vacina meninos contra HPV



Meningite C também fará parte do calendário de vacinação; Secretaria de Saúde disponibiliza vacinas a partir de fevereiro

A Secretaria de Saúde de Barra Mansa está se reestruturando para oferecer, a partir do próximo mês, a vacina contra o HPV (sigla em inglês para Papilomavírus Humano - Human Papiloma Virus) também para os meninos com idade entre 12 e 13 anos. Hoje, a vacinação faz parte somente do calendário das meninas. A vacina é quadrivalente, protege contra quatro tipos mais invasivos do vírus.Junto com o HPV, os adolescentes passarão a ser vacinados também contra a Meningite C.

A vacina contra o HPV tem a finalidade de reduzir a incidência do câncer de colo de útero e vulvas nas mulheres, prevenir o câncer de pênis, ânus nos meninos, e prevenir o câncer de boca e orofaringe (parte da garganta, logo atrás da boca) e verrugas genitais em ambos os sexos.
De acordo com Marlene Fialho,coordenadora do Setor de Imunização da Secretaria de Saúde, os funcionários do setor estão sendo capacitados para iniciar o calendário conforme solicitação do Ministério da Saúde. “Nossa rede está recebendo a vacina, sendo capacitada e estudando a melhor forma de oferecer o melhor local para vacinação. Mas a partir de fevereiro disponibilizaremos as doses”, detalhou a coordenadora.

Marlene explicou que os meninos deverão receber duas doses da vacina com intervalo de seis meses. Em 2017, serão vacinados os meninos de 12 e 13 anos; em 2018 os meninos de 11 e 12 anos; em 2019 os meninos de 10 e 11 anos; em 2020 os meninos de 9 e 10 anos. Em relação à vacinação contra a meningite C, os adolescentes deverão receber um reforço ou dose única, conforme a situação vacinal encontrada.


Febre Amarela

Marlene Fialho informou que a procura pela vacina contra a Febre Amarela aumentou consideravelmente na manhã desta sexta-feira, dia 13, após o boletim epidemiológico divulgado na última quinta-feira (12), pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais, onde número de casos suspeitos já somam 110 este ano. Mas ela alerta que a vacinação é necessária somente para quem precisa ir para alguma cidade com risco de transmissão da doença.

“Quem mora em Barra Mansa não precisa tomar a vacina, aqui não é área endêmica. Ela é uma vacina de vírus vivo e pode dar diversas reações, sem necessidade. A população deve ter consciência disso e só tomar a vacina se realmente for viajar”, afirmou.