English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Prefeitura de Volta Redonda acaba com taxa de alvará para MEI


Samuca Silva entrega o primeiro documento sem a cobrança da taxa


O microempreendedor individual Hugo José Mariano Pinheiro pode, finalmente, emitir suas notas fiscais aos clientes sem preocupação. Ao acrescentar uma função em seu cadastro do MEI, no ano passado, Hugo foi surpreendido com a cobrança de uma taxa de R$ 800, criada na administração municipal anterior. “Volta Redonda era a única cidade que cobrava essa taxa. Nenhum município da região fazia isso e não dava para tirar esse valor do orçamento mensal”, comentou Hugo, que trabalha no setor de decoração de festas há 10 anos.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Joselito Magalhães, afirmou que neste governo não haverá cobrança de taxa de alvará para MEI e que o microempreeendedor pagará apenas o valor cobrado pelos impostos municipais e estaduais referentes à categoria. “Quem tem interesse em se legalizar, pode procurar a prefeitura. O MEI aqui tem espaço. O que queremos é que o microempresário e a cidade cresçam juntos”, disse.

O prefeito Samuca Silva fez questão de entregar esse primeiro alvará. “Quem quer trabalhar, tem prioridade em nosso governo. Essa retirada da taxa representa nossa intenção em gerar emprego e renda”, afirmou o prefeito, que fez questão de assinar o documento e desejou sucesso ao microempresário.