English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Prefeituras de Volta Redonda e Barra Mansa se unem para recuperar ponte na Vila Elmira

Moradores foram prejudicados com a queda da ponte que fica
no limite entre as cidades

As prefeituras de Volta Redonda e Barra Mansa vão fazer um estudo técnico em conjunto para recuperar a ponte da Vila Elmira, que liga os dois municípios. Parte da ponte desabou em setembro de 2016, prejudicando os moradores que residem no limite entre as duas cidades. A decisão dos municípios de trabalhar no projeto em comum acordo foi acertada pela equipe da prefeitura de Volta Redonda, formada pela secretaria municipal de Obras, Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários), IPPU (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano), junto com o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, e o presidente da Susesp (Superintendência de Obras e Serviços Públicos), Fernando Balduino, que visitaram o local na última quinta-feira, dia 05.
 
O secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Toninho Oreste, o presidente do Instituto de Pesquisas e Planejamento Urbano(IPPU), Ricardo Araújo Machado, o diretor presidente da Superintendência dos Serviços Rodoviários, Wellington  Nascimento Silva e equipe, pretendem reunir o máximo de informações sobre o projeto que foi executado pelo governo estadual  na recuperação da Bacia do Córrego Vila Elmira para contenção de encostas, canalização da vazão e tratamento do esgoto. Erros no projeto sob os cuidados do INEA (Instituto Estadual do Ambiente) realizado no final de 2014 e entregue em novembro de 2015, com a canalização de 980 metros do córrego, é apontado por engenheiros de ter causado falha na execução e provocado a queda da ponte. O investimento feito pelo Estado foi de R$ 9 milhões na canalização do córrego.
 
A ponte liga os municípios pelas ruas Osmarino Oliveira Novaes, de Volta Redonda, e Manoel José Silva, área de Barra Mansa. Toninho Oreste informou sobres as providências. Vamos  promover um encontro entre as duas cidades para estudar a viabilidade técnica do projeto, com a participação do INEA, para ver a parte jurídica, fazer um protocolo definindo as responsabilidades e desenvolver um plano de ação das prefeituras para a recuperação da ponte, explicou.
 
O presidente da Associação de Moradores da Ponte Alta, Antonio Teodoro da Silva, 75 anos, elogiou a atenção das prefeituras. “Estou vendo que, enfim, vai ter uma solução”, comentou. Antes quando acontecia alguma coisa, uma prefeitura ficava empurrando para a outra resolver e ninguém resolvia. Agora, a gente vê os prefeitos Samuca e Rodrigo tentando uma solução rápida para os moradores e ficamos felizes por isto, enfatizou a moradora Viviane de Souza.