English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Volta Redonda participa de 2º encontro do Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico do Sul Fluminense



O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, e secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, participaram nesta sexta-feira, dia 13, da segunda reunião do Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico do Sul Fluminense, realizado na cidade de Pirai.  Na ocasião, o prefeito afirmou que não acabe mais pensar no Desenvolvimento Econômico individualmente. "Por isso que criamos o Fórum. Uma empresa instalada em Volta Redonda, por exemplo, pode ajudar a cidade de Resende e vice-versa. A partir de agora vamos definir qual o formato jurídico e analisar os potenciais de nossa região para geração de emprego e renda", afirmou Samuca.

A carta aberta, elaborada na primeira reunião que aconteceu na semana passada em Volta Redonda, foi entregue ao secretário de Estado da Casa Civil, Christino Áureo, que também participou da reunião. "Vocês, do Sul Fluminense, estão com uma visão acertada sobre o Desenvolvimento Econômico, por meio da união entre os municípios e com pensamento regional", elogiou o secretário, que citou a situação do Estado do Rio em relação aos incentivos fiscais. "Diante de uma política quase intimidatória da Justiça, acabamos perdemos a capacidade de incentivo fiscal, o que é muito grave”, afirmou.

Dados da secretaria estadual mostram que, de 2010 a 2014, o Rio de Janeiro forneceu, em incentivos fiscais, mais de R$ 138 bilhões, o que gerou em torno de 250 mil empregos em todo o estado e abertura de mais de 3,5 mil empresas de 11 diferentes setores da economia.

"Setores da imprensa nos criticam que atual crise do estado é por conta da política de incentivo fiscal, o que não é verdade. O nosso grande gargalo é o déficit da previdência social. Demos incentivo sim, mas geramos emprego e renda. É muito fácil nos criticar numa coluna de jornal ou numa tese de mestrado porque eles não recebem pressão da sociedade por demandas na saúde ou segurança pública", disse Christino Áureo.

Para o prefeito de Volta Redonda, é um erro estratégico suspender os incentivos fiscais. "O incentivo é fundamental para colocar o Rio de Janeiro de volta na rota de desenvolvimento", disse.

Além de Samuca, participaram do encontro os prefeitos de Piraí, Luiz Antônio Neves; de Barra Mansa, Rodrigo Drable; de Quatis, Bruno da Padaria; de Barra do Pirai, Mario Esteves; de Pinheiral, Ednardo Barbosa; de Itatiaia, Dudu; de Rio Claro, José Osmar; o vice-prefeito de Resende, Geraldinho; e o vice de Porto Real, Ailton Marques. As cidades de Paulo de Frontin e Mendes também foram convidadas para integrar o fórum.

A próxima reunião do Fórum será no dia 27 de janeiro na cidade de Rio Claro.