English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

domingo, fevereiro 05, 2017

Coordenadoria de Prevenção às Drogas alerta contra a venda de álcool para menores durante o Carnaval


Campanha será feita em 33 CRAS, nas igrejas, associações de moradores e junto aos blocos carnavalescos

A coordenadoria municipal de Prevenção às Drogas de Volta Redonda amplia a mobilização no período carnavalesco. A campanha, denominada ‘Curta a Adolescência Sem Beber’ tem o objetivo coibir a venda, entrega ou distribuição de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. O trabalho, que é realizado por meio de palestras educativas, será realizado em 33 CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) da cidade.
“O prefeito Samuca Silva nos pediu e estamos cumprindo o nosso papel como órgão público, lembrando a todos que vender, entregar ou distribuir bebida alcoólica  a menor é crime previsto na Lei 13.106, e será preso quem descumprir a Lei”, frisou a coordenadora do órgão, Myriane Leal Nogueira.
Nesta sexta-feira, dia 3, a coordenadora participou de uma reunião com os representantes de 21 blocos carnavalescos no auditório da prefeitura, onde pediu a contribuição com responsabilidade de todos para que menores não sejam incentivados ao consumo de bebidas alcoólicas. “Eu quero muito esta parceria com vocês que são formadores de opinião, para não permitir o consumo de bebida alcoólica pelos menores. Isto não é mais uma contravenção, agora a punição é prevista em Lei, é considerado crime fornecer bebida a menor de idade”, afirmou a coordenadora.
“Temos que mudar essa cultura porque álcool não é diversão. A bebida traz consequências graves para a saúde de uma pessoa menor de idade, pois o cérebro está em formação até os 21 anos. Eu conto com a parceria e a responsabilidade de cada um em nos ajudar nesta campanha”, acrescentou Myriane.
Durante a semana, a campanha desenvolvida pela coordenadoria esteve nos CRAS dos bairros Nova Primavera, Mariana Torres, Vila Rica – Tiradentes, Brasilândia e nesta sexta-feira, dia 3, a psicóloga Simone Pettersen, fez palestra no CRAS do Siderlândia para familiares que são acompanhados pelo Centro de Referência. Na próxima semana, as palestras serão realizadas nos seguintes Centros Sociais: Segunda-feira (6) no CRAS do Roma II; terça-feira (7) nos CRAS do Açude e Jardim Belmonte; quarta-feira (8) nos CRAS do Padre Josimo e Belo Horizonte; quinta-feira (9) nos CRAS do Santo Agostinho e Dom Bosco; Sexta-feira (10) nos CRAS da Vila Americana e Caieiras.   
O coordenador do Centro de Referência e Assistência Social do Siderlândia, Rafael Zerbone, disse que a palestra foi muito enriquecedora em informações para a comunidade. “A palestra é boa para a comunidade usuária do CRAS e para a nossa equipe porque aborda um tema muito atual para a nossa sociedade”, comparou. A psicóloga do CRAS Siderlândia, Ethiene Correia, enfatizou que são informações fundamentais para conscientizar a comunidade a enfrentar e superar tais problemas ligados ao álcool.
Duas moradoras do bairro, as irmãs Ana da Silva e Adriana da Silva, gostaram da campanha. “Temos visto muitos menores nas portas de botequins e isto é muito perigoso para essas crianças que começam a beber cedo. Isto não pode acontecer. A campanha é ótima para abrir os olhos dos pais”, frisou Adriana.