English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, fevereiro 07, 2017

Prefeitura de Volta Redonda vai economizar até R$ 40 mil por mês com projeto de energia elétrica nas escolas municipais


Programa da Light visa a troca de lâmpadas comuns por LED e traz mais benefícios, além da economia

O início do ano letivo chega com novidades para os estudantes e profissionais da Educação, em Volta Redonda. O projeto ‘Escola Eficiente – eu curto’, integrante do Programa de Eficiência Energética, executado pela Light – concessionária de energia elétrica - e regulamentado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) começou a ser executado nesta segunda-feira, dia 06, na Escola Municipal Marizinha Félix, no bairro Três Poços. Ao todo, 42 unidades escolares terão todas as lâmpadas trocadas na primeira fase do projeto, que vai até julho.

A expectativa da prefeitura é que a segunda fase do projeto também seja aprovada pela Light e até o fim do ano, 100% das escolas municipais possam ter as lâmpadas de LED. A economia, de acordo com o secretário municipal de Administração, Carlos Rosa, é de R$ 40 mil reais, por mês, nesta primeira fase. “Precisamos reduzir as despesas, afinal temos R$ 120 milhões de restos a pagar que precisam ser quitados. Toda redução de custos é importante”, afirmou o secretário.

A primeira fase de implantação do projeto está orçada em R$1,35 milhão e não traz nenhum custo para a prefeitura, pois é toda custeada pela empresa concessionária. Durante o primeiro semestre do ano, 16.070 lâmpadas de 40W serão trocadas por lâmpadas de 18W e outras 558 de 20W, serão substituídas por lâmpadas de 10W. “Uma redução de 42% no consumo da unidade escolar, sem contar que essas lâmpadas têm uma vida útil até 4,8 vezes superior às fluorescentes e três anos de garantia”, informou o supervisor do projeto, Edson Sobreira de Faria.

A substituição das lâmpadas não influencia no andamento das aulas, pois são realizadas de comum acordo com as escolas em horários de contraturno ou em período que os estudantes não estão nas salas. “No nosso planejamento, vamos ficar entre dois dias e dois dias e meio em cada escola”, acrescentou Edson.

Outro benefício, apontado pela diretora da Escola Municipal Marizinha Félix - a primeira a receber o projeto, Ruth Helena de Oliveira Moreira, é que as lâmpadas novas melhoram a claridade da sala. De acordo com o supervisor, as lâmpadas de LED oferecem 20% mais iluminância. “Com a sala mais iluminada, os alunos sentem até mais disposição para estudar. Tudo muda, acredito que até a conservação das salas de aula”, comentou a diretora.

Na escola Marizinha Félix, 580 alunos serão beneficiados com a melhoria na iluminação, além dos 200 estudantes do curso de Ensino Médio noturno, promovido pelo governo do Estado do Rio. A secretária municipal de Educação, Rita de Cassia Oliveira de Andrade, falou sobre a importância desse projeto para o município. “Além da grande economia, acreditamos que haverá melhoria no rendimento escolar e na concentração dos alunos, também. Teremos salas de aula com maior luminosidade por mais tempo, já que essas lâmpadas também possuem maior durabilidade”, afirmou.