English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, março 31, 2017

Programa Follow-up, da prefeitura de Volta Redonda, promove assistência para pais e filhos


De janeiro a março, 58 crianças já foram encaminhadas para o programa

Na área da saúde quando o amor ao próximo está alinhado ao profissionalismo, o resultado é transformado num excelente atendimento ao público. E é com esta dedicação e carinho que as crianças são atendidas no programa Follow-up, administrado pela Prefeitura Municipal de Volta Redonda, através da secretaria municipal de Saúde. O objetivo é garantir maior sobrevida dos bebês prematuros que passam pela unidade. Uma média de 280 a 350 crianças são assistidas por semana no programa e outros 58 novos atendimentos foram realizados este ano.  
Os familiares também recebem atendimento. Rosiane Kelma tem dois filhos assistidos pelo Follow-up. Graças ao atendimento prestado pelos profissionais do programa ela conseguiu identificar o autismo também no seu outro filho, Ryan, de quatro anos. Os profissionais que atuam na unidade detectam os casos através de testagens neurológicas e psicomotoras.

“O meu filho Davi, que hoje já tem seis anos, foi encaminhado direto para o Follow-up quando nasceu, pois ele teve complicações no parto. E nós recebemos todo o atendimento da equipe do programa, que é excelente e muito atenciosa com a gente. Eu me senti muito bem acolhida. Durante o tratamento e devido aos meus relatos a equipe descobriu que o meu outro filho também era autista. Eu achava que ele apenas copiava o irmão. Pra mim e para meu marido foi um choque, mas o suporte do Follow-up nos ajuda e muito”, relatou Rosiane.

A maioria dos bebês encaminhados ao Follow-up é da UTI Neonatal do Hospital Municipal São João Batista ou das UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família). Crianças de outros municípios também são atendidas pelo programa. De 2004 a 29 de março de 2017 já foram atendidas 3.792 crianças.

“Eu sou coordenadora do programa há 12 anos e durante esse período já vivenciei várias  situações gratificantes, porém as  mais marcantes, estão relacionadas às famílias que aderem ao tratamento dos filhos e conseguem dar continuidade”, disse a coordenadora, Sonia Aparecida Condé Dornas.

A prematuridade pode provocar seqüelas que, em percentuais, podem significar em torno de 75%, nas áreas do déficit cognitivo, transtorno da aprendizagem e do desenvolvimento. E para atender a estes casos, o  Follow-up realiza o  rastreamento e intervenção de patologias em bebês, que possam comprometer o desenvolvimento do recém-nascido de alto risco.

Uma equipe de 22 profissionais multidisciplinares (fonoaudiólogos, psicólogos, fiosioterapeutas, assistentes sociais, pediatras, neuropediatra, odonto-pediatra e setor administrativo) compõe o quadro de funcionários do Follow-up. As crianças ficam no no programa até completarem cinco anos e 11 meses.


Serviço:

Programa Follow-up de Desenvolvimento Infantil Gabriel Arsênio Menezes
Endereço: Rua Governador Luiz Monteiro Portela, 282, Aterrado, Volta Redonda.
(24) 3339-9719