English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, abril 05, 2017

Diretoria da ACIAP BM cobra mais segurança na cidade





A reunião da diretoria da ACIAP Barra Mansa desta segunda-feira, dia 03, foi marcada pelas presenças do delegado adjunto da 90ª Delegacia de Polícia Civil, Márcio Figueiroa, e do representante da Polícia Militar, sargento Marcos Vinicius. Eles atenderam ao convite da diretoria para debater o aumento expressivo de roubos e furtos a estabelecimentos comerciais, veículos e residências e como a entidade pode auxiliar no combate à violência. A reunião contou ainda com a participação do presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Alício Camargo, e de representantes da CDL BM e Sicomérci o BM, além de associados à entidade.
Segundo o delegado adjunto, nos últimos meses houve a migração de pessoas que estavam no tráfico de drogas para os roubos e furtos. “Recentemente, efetuamos a prisão de 16 indivíduos em diversos bairros e isso assustou os traficantes que, agora, estão recorrendo a roubos. Já conseguimos prender um integrante desse grupo, outro foi morto em Angra dos Reis e um menor ainda está foragido. Continuamos o trabalho de investigação e, em breve, acreditamos que vamos conseguir prender mais membros do grupo”, garantiu Figueiroa.
O sargento da PM disse que a crise financeira do governo do estado do Rio de Janeiro atingiu em cheio o trabalho da corporação. “Apesar das inúmeras dificuldades, os policiais militares têm se dedicado a realizar o melhor trabalho possível, mas não tem sido fácil”, desabafou. O delegado adjunto informou que, em breve, a delegacia de Barra Mansa, assim como outras no estado, ficará sem sistema de informática da Polícia Civil, responsável pelos serviços de gerenciamento da base de dados. “O contrato com a empresa terceirizada não foi renovado e a internet também será cortada, prej udicando o cotidiano da delegacia”, lamentou.
Os dois afirmaram que o início do funcionamento de um Centro Integrado de Segurança Pública (CIOSP) na cidade e a instalação de mais câmeras de monitoramento serão auxílios significativos para a redução da criminalidade. O presidente da ACIAP BM, Rafael Milton Teixeira Júnior, garantiu que a entidade, junto à CDL BM e Sicomércio BM, vai encaminhar ofício à prefeitura cobrando o funcionamento do CIOSP. O presidente do Conselho Comunitário também afirmou que vai articular uma reunião entre as forças de segurança e autoridades municipais e estaduais para cob rar investimento em policiamento ostensivo na cidade.
“Segurança é um assunto que deve ser tratado por todos e de maneira cotidiana. Sabemos da crise financeira do estado, mas não podemos ficar de braços cruzados, esperando investimentos nas polícias em nossa cidade. Vamos nos mobilizar fortemente para que sejam tomadas medidas que tragam melhores condições de trabalho aos policiais”, finalizou Rafael.