English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, abril 20, 2017

Mutirão do MEI realiza cerca de 350 atendimentos em Volta Redonda


Procura foi maior por microempreendedores individuais que queriam fazer a declaração anual de ajuste


Cerca de 350 atendimentos foram realizados durante o Mutirão do MEI (Microempreendedor Individual), evento realizado pela prefeitura de Volta Redonda em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), em frente ao prédio do Governo Municipal. De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Joselito Magalhães, o mutirão atendeu as expectativas do setor.

“Até a quarta-feira, haviam sido atendidos 275 MEIs, mas o último dia costuma ser o de maior procura. Os microempreendedores receberam orientações em relação às obrigações anuais, declarações e informações que são dadas referentes ao MEI, baixa de CNPJ. A gente percebia que havia uma necessidade e a procura foi dentro daquilo que esperávamos”, contou Joselito, acrescentando que o mutirão foi uma etapa do trabalho que o Governo Municipal vem realizando com os microempreendedores individuais. “A partir daqui, teremos um acompanhamento diário através do Banco da Cidadania, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Sebrae, mantendo nesses setores informações mais pontuais para eventuais dúvidas desse público”.

A coordenadora regional do Sebrae, Ana Lucia Lima, informou que a maior procura foi para fazer a declaração anual, que deve ser deve ser realizada até o dia 30 de maio deste ano (referência a 2016).

“Muita gente não está informada sobre isso. Em Volta Redonda, são mais de 10,4 mil MEIs e muitos deixam para a última hora. Recebemos pessoas com MEI para regularizar desde 2010, por exemplo. Teve gente que finalizou o empreendimento, mas não regularizou a situação. As pessoas precisam se informar mais sobre as ferramentas que eles têm, tanto no Sebrae como na Prefeitura”, explicou Ana Lucia Lima, citando que também houve uma grande procura por informações do INSS.

O evento também atraiu quem ainda não tem o registro do MEI, mas pretende investir na formalidade do empreendedorismo. Gabriela de Oliveira, de 28 anos, contou sua experiência e o que a motivou a participar do mutirão. “A principio, abri uma empresa de fotografia, mas não deu certo. Fui informada pelo meu marido sobre esse mutirão. Achei a ideia muito boa e o atendimento eficiente. Uma boa iniciativa para tirar dúvidas do empreendedor sobre como dar baixa, declarar, entre outras coisas”.

“Fico feliz que as pessoas tenham vindo ao mutirão. O microempreendedor individual tem um papel importante e esse mutirão demonstra nosso compromisso com a geração de emprego em Volta Redonda”, disse o prefeito Samuca Silva, lembrando que o governo municipal retirou a taxa de R$ 800 que era cobrada do MEI, facilitando a formalização da atividade.

MUTIRÃO – O Mutirão do MEI teve como objetivo orientar, tirar dúvidas e melhorar a gestão financeira de microempreendedores individuais do município e da região. Durante o evento, foram esclarecidas questões sobre declaração anual do MEI (2017) e declarações anuais em atraso, impressão da DAS (guia de pagamento do MEI), baixa do CNPJ, direitos previdenciários, além de contabilidade e administração de empresas. O público também pôde conferir palestras sobre finanças e vendas realizadas no auditório da administração municipal.