English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, abril 21, 2017

Prefeito Samuca Silva propôs integração entre as forças policiais e a Guarda Municipal


VOLTA REDONDA DISCUTE SEGURANÇA PUBLICA
Prefeito Samuca Silva propôs integração entre as forças policiais e a Guarda Municipal

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, se reuniu com representantes de forças de Segurança Pública na tarde desta quinta-feira, dia 20. O encontro, que aconteceu no gabinete, foi para tratar de ações conjuntas para diminuir o número de furtos e roubos no comércio e residências da cidade. Participaram do encontro representantes das Polícias Federal, Militar, Civil e Rodoviária Federal, além da Guarda Municipal e representantes de entidades empresarias.
“Quando damos as mãos, nos unimos e dividimos as responsabilidades. O trabalho fica mais eficiente na Segurança Pública. Eu sou muito cobrado nas ruas por conta da segurança na cidade. Sabemos que é de responsabilidade do estado, mas não podemos ser omissos”, afirmou Samuca Silva.   
Na reunião, saíram algumas propostas: a primeira é uma parceria entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar para aumentar o números de rondas nos cinco principais centros comerciais da cidade (Amaral Peixoto, Aterrado, Vila Santa Cecília, Retiro e Santo Agostinho) e também com pontos fixos de policiamento nessas localidades. Outra seria a criação do Ciosp Móvel (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública). A sugestão é ter apoio financeiro dos empresários da cidade. Os representantes das forças de segurança também se comprometeram a realizar uma campanha massiva para o uso da Delegacia On-line, que permite aos cidadãos registrar ocorrências sem a necessidade de ir à Delegacia.
“Precisamos da participação de todos para desvendar os crimes. Dos comerciantes, dos cidadãos e do poder público. Devemos incentivar o registro policial para sabermos onde estão ocorrendo e, assim, traçarmos as estratégicas para combater o crime”, afirmou o delegado de Volta Redonda (90ª DP), Eliezer Lorenço.
A EPD (Empresa de Processamento de Dados) de Volta Redonda , segundo Samuca Silva, está realizando a troca da tecnologia das câmeras do Ciosp (Centro de Integração de Operações de Segurança Pública) e a manutenção diária dos equipamentos. O chefe da Polícia Rodoviária Federal do Sul Fluminense, Carlos Carvalho, sugeriu que, com a troca de tecnologia, sejam integradas também, as câmeras do comércio ao CIOSP.
“Assim, a abrangência  vai aumentar consideravelmente, sem elevar os custos dos cofres públicos. Isso já vem ocorrendo na cidade do Rio de Janeiro e o projeto piloto é entre os bairros Leme e Ipanema, na Zona Sul. Volta Redonda é a única cidade do interior que tem condições de realizar esse trabalho”, comentou Carlos Carvalho. Recentemente, a Polícia Rodoviária adquiriu 12 motos e estão sendo utilizados também nas rodovias federais que cortam Volta Redonda como a Via Dutra e BR-393 (Lúcio Meira). “Já fizemos blitz na BR 393 na altura da Vila Santa Cecília, Jardim Amália e Água Limpa. E elas continuarão”. 
O comandante da Guarda Municipal de Volta Redonda, Paulo Henrique Dalboni, se demonstrou preocupado também com a vinda de marginais da capital para o interior. "Já estão tendo armamentos pesados nas mãos de marginais. Eles vêm migrando para Volta Redonda. Isso é preocupante", afirmou Dalboni. Atualmente, a Guarda Municipal de Volta Redonda têm porte de arma, mas a autorização – que é feita pela Polícia Federal – termina em setembro.
O chefe da delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda, delegado Pedro Paulo Simão, afirmou que o processo de renovação do porte de arma da Guarda Municipal está na AGU (Advocacia Geral da União). “Mas, garanto que até setembro a licença seja renovada”, afirmou o delegado da Polícia Federal, durante a reunião.   
Para presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Volta Redonda, Adriano Santos, o comércio está na linha de frente e solicitou para que seja combatido também os receptores de mercadorias. “Nas últimas semanas tivemos muitas reclamações de associados sobre os assaltos. E mais: sugiro combater também os receptores das mercadorias de furto e roubo”. Ele também pediu que o policiamento seja reforçado nas vésperas do Dia das Mães, a segunda principal data do comércio. 
 “Nestas épocas de grande movimentação do comércio, o Batalhão aumenta o efetivo nas ruas, incluindo os policiais administrativos nas operações. Isso acontece também no período do Natal”, respondeu o tenente Pedro Henrique Costa, subcomandante da Cia de Volta Redonda do 28º Batalhão da Polícia Militar (BPM).