English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, abril 07, 2017

Saae-VR realiza o seminário ‘Perspectivas, Desafios e Oportunidade: Uma visão para o futuro’


Com a ação, o Saae estabeleceu uma linha direta com o cidadão

Pela primeira vez o Saae-VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), de forma transparente e aberta ao diálogo, apresentou o seminário ‘Perspectivas, Desafios e Oportunidade: Uma visão para o futuro’. O evento foi realizado no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biasi), nesta quinta-feira, dia 6. O objetivo da autarquia, seguindo a solicitação do poder executivo, é abrir as portas para a sociedade, fortalecendo assim a pasta através do diálogo com o cidadão e a eficiência da nova gestão.
Compuseram a mesa, além do prefeito Samuca Silva e o diretor-executivo do Saae, Leonardo Vidal, o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Médio Paraíba do Sul, José Arimathéa Oliveira; o presidente do Conselho deliberativo do Saae e secretário municipal de desenvolvimento econômico, Joselito Magalhães; representando a Associação dos Engenheiros, a arquiteta Laura Jane Lopes Barbosa e o vereador Jari Oliveira, representando a Câmara Municipal de Volta Redonda.
Segundo o prefeito, essa iniciativa foi pensada visando, principalmente, cada um dos colaboradores. “Queremos aqui, demonstrar o dia a dia, a luta desses guerreiros, seja na parte administrativa ou nas ruas cuidando dessa cidade. A ideia é apresentar parte das dificuldades que enfrentamos juntos no Serviço Autônomo de Água e Esgoto, informando à sociedade o que é e quem compõe o Saae. Há muito trabalho a ser feito e boa parte do que está sendo desenvolvido e planejado, nós queremos compartilhar com a sociedade, para que de forma mais efetiva possa se envolver nas questões do Saae”, disse Samuca.
O diretor-executivo da autarquia, engenheiro Leonardo Vidal, disse que o seminário surgiu de um encontro com o prefeito, destacando que a intenção é conversar com a população. E para melhor dialogar, juntamente com outros técnicos do Saae, preparou um material, onde reuniu informações, não apenas desses primeiros meses de gestão, mas de anos anteriores onde, através de dados, demonstrativos e comparativos, grande parte das dúvidas que foram debatidas pelo poder legislativo, presidentes de associações de moradores e a sociedade como um todo, foram sanadas.
“Espero que com a apresentação possamos estabelecer uma linha direta com o cidadão, mostrando o que iremos realizar durante a nossa gestão. Todos os dados aqui apresentados foram coletados e descrevem um pouco do que é o Saae”, finalizou Vidal.
Estiveram presentes diversos representantes do legislativo, como vereador Jari de Oliveira, que compôs a mesa; Rodrigo Furtado; Edson Quinto; e Fernando Martins, que disse estar satisfeito com a iniciativa.
Eu parabenizo a direção da autarquia pela demonstração e a intenção de informar à população e abrir para o diálogo. Dessa forma, sem dúvida chegaremos a um denominador comum para o bem de Volta Redonda”, falou Jari.
Vidal apresentou a estrutura organizacional do Saae, o sistema de água e esgoto, quadro de servidores e financeiro, projetos sociais, títulos, histórico das principais obras, falta de água e rompimento de rede dos últimos 20 anos, bem como os projetos que a nova gestão tem desenvolvido para a melhoria do abastecimento da cidade.
Um dos presentes, aluno de engenharia de produção, disse que já teve  oportunidade de conhecer a ETA Belmonte. “Pelo que eu acompanhei na ETA e aqui na palestra, eu pude entender mais sobre o Saae. Para nós, moradores de Volta Redonda, ter todos esses dados, apresentados da forma transparente como foi feito aqui, é algo inusitado e satisfatório. Isso facilita muito para nós que somos leigos no assunto, entender as dificuldades que o Saae tem para atender a todos quando acontece, por exemplo um rompimento, ou qualquer outro caso”, comentou o estudante de engenharia, Eduardo da Cruz Ferreira Junior.
Representando a Federação das Associações de Moradores, Fátima Martins se pronunciou dizendo estar muito satisfeita com o atendimento que recebeu da direção do Saae. “Essa foi uma demonstração do Saae em resolver as questões da população e, sendo assim, merece nossa admiração. Precisamos compreender as dificuldades dos dois lados. Foi a primeira vez que falei com o diretor. Ele foi super receptivo e atencioso”, finalizou Fátima.
Por Simone Freitas, com fotos de Gabriel Borges