English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, abril 20, 2017

Salas de aquecimento do Estádio Raulino de Oliveira são utilizadas para tratamentos de fisioterapia


Atividades estão sendo realizadas graças a uma parceria entre as secretarias municipais de Esporte e Lazer e de Saúde

Mais de 160 pacientes do Centro Municipal de Reabilitação Física Tuffi Rafful (Cemurf) estão utilizando, mensalmente, as salas de aquecimento do Estádio Raulino de Oliveira para tratamento pós-operatório, de lesão de membro inferior e grupos de colunas. As atividades, que começaram em março, estão sendo realizadas graças a uma parceria entre as secretarias municipais de Esporte e Lazer (Smel) e de Saúde (SMS).
De acordo com o coordenador do Cemurf, Vladimir Lopes de Souza, os tratamentos acontecem em três fases: Inicialmente, é realizado no setor de pós-operatório, depois migra para o atendimento de membro inferior e a fase final (proprioceptivo) está sendo realizada nas salas de aquecimento do Estádio.  
“Esse tipo de tratamento busca a reeducação do equilíbrio, da marcha e da coordenação motora, através de exercícios específicos que utilizam circuitos que simulam os diferentes solos e locais onde o individuo transita no dia a dia. Esse tratamento é essencial para complementar o ciclo da fisioterapia”, afirmou o coordenador.
Além disso, a propriocepção indica se as várias partes do corpo estão coordenadas para o movimento que se está tentando fazer, seja ele caminhar ou saltar, por exemplo, evitando que se perca o equilíbrio. Assim, a realização de exercícios de propriocepção em consultas de fisioterapia é importante para melhorar o equilíbrio e os movimentos precisos do corpo, ensinando o mesmo como se movimentar para proteger a área afetada.

Dois fisioterapeutas são responsáveis pelo atendimento à população. Para Tobias Lima Barbosa, um dos fisioterapeutas responsáveis pelo serviço, o tratamento é mais voltado para o dia a dia do paciente e tem como objetivo fazer com que eles voltem, o mais rápido possível, para as suas atividades normais. “Com esse tratamento o paciente tem um ganho mais rápido, uma vez que as atividades são voltadas para seus afazeres diários, como subir escadas, andar na rua, correr, entre outros”, disse o fisioterapeuta.
Para a fisioterapeuta Rejane Fernandes, responsável pelo atendimento dos grupos de coluna, os exercícios realizados durante o tratamento são simples. A idéia é que o paciente possa fazê-los em casa. “Tudo é feito numa linguagem bem popular, para que eles entendam o objetivo do exercício e a forma correta de executá-lo. O vínculo que eles criam aqui também é muito importante. Esse convívio melhora muito a vida deles”, explica a fisioterapeuta.
A paciente Thais Guedes Vargas, de 24 anos, moradora do bairro Voldac comemora as conquistas já alcançadas com o atendimento. “Tive uma fratura no tornozelo direito e não conseguia fazer certos novimentos. Hoje já estou correndo. Senti muita diferença entre os exercícios que faço aqui e os de fisioterapia”, comentou.  
Segundo o administrador do estádio, Felipe Moura de Araújo, sempre que possível essas parcerias serão realizadas. “Estamos potencializando as atividades de Saúde e Educação, pois há espaços ociosos durante a semana e nos dias que não tem jogos. Nosso objetivo é de atender um número maior de pessoas no estádio”, disse Felipe.
Para a secretária municipal de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, parcerias entre as secretarias devem acontecer mais constantemente. “Nesse caso, específico da fisioterapia, o esporte está extremamente ligado à questão da reabilitação física e nosso interesse é realizar constantemente ações multissetoriais.Juntos, podemos unir forças em prol da população”, reforçou Maria Paula.
“É muito importante a integração entre as secretarias municipais para qualificar e melhorar o atendimento à população. Nesse caso, agradecemos à Smel pelo espaço da sala de aquecimento no Estádio, que é apenas uma de nossas parcerias. Ali poderemos ampliar os serviços de fisioterapia, principalmente o tratamento voltado para a coluna”, concluiu a secretária municipal de Saúde, Márcia Cury.