English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, abril 26, 2017

Samuca Silva visita obras de creche no bairro Vila Rica-Tiradentes

Samuca Silva visita obras de creche no bairro Vila Rica-Tiradentes
As obras da unidade, que atenderá mais de 560 crianças,
serão entregues em 30 dias

O sonho da dona de casa Vivian da Silva Faria, de 33 anos, está preste a ser realizado: o de ter uma creche em tempo integral perto de sua casa, no bairro Vila Rica-Tiradentes. Mãe de João, de dois anos, Vivian, diariamente, tem que levá-lo até a unidade do bairro Monte Castelo. “É um custo alto para levar meu filho lá. É um sonho que será realizado”, resumiu a mãe, afirmando que o filho está na unidade apenas no período da tarde.

O sonho de Vivian será realizado porque, dentro de 30 dias, as obras da creche do Vila Rica será entregue ao governo municipal. O anúncio foi feito durante a visita do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, às obras da unidade, que ocorreu na manhã desta quarta-feira, dia 26. O prefeito já autorizou também a compra de mobiliários do prédio e determinou à Secretaria Municipal de Educação o início da seleção dos profissionais que trabalharão na creche.

“Essa obra é essencial. Mesmo com a crise, estamos realizando um esforço danado para terminar as obras. Quero deixar claro que não vou inaugurar apenas a obra civil. Quero estar aqui quando tiver professores e mobiliários. Quando tudo estiver pronto para atender a população”, ressaltou Samuca Silva, que foi acompanhado pelo vereador Paulinho do Raio-X e do presidente da associação de moradores do Vila Rica, Mauro Coelho.

Em parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação (FNDE), foram investidos mais de R$ 1,8 milhão para a construção da unidade, que tem 1,5 mil metros quadrados de área construída. A previsão é que creche do bairro atenda 189 crianças no tempo integral e outras 380 em meio período, totalizando 569 crianças da comunidade.

Quem também ficou satisfeita com o anúncio da prefeitura foi a dona de casa Samara Mariano, de 32 anos, que tem um filho de dois anos. Atualmente, a criança está matriculada na creche do bairro São João. “Essa obra é fundamental para a gente. Não precisarei mais pegar ônibus para levar meu filho à creche, além de me sentir mais confortável sabendo que ele está próximo de casa”, comemorou.  

Visita no UBSF do Vila Rica-Tiradentes

Logo após visita às obras da creche, Samuca Silva foi conhecer de perto o funcionamento da Unidade Básica da Saúde da Família (UBSF) do bairro Vila Rica-Tiradentes. O local atende, por dia, mais de 200 moradores da região e possui uma equipe completa de médicos (quatro clínicos gerais, uma pediatra, uma ginecologista); três enfermeiras; três técnicos de enfermagem; e três administrativos.

A única reivindicação da USBF é o aumento de números de Agentes Comunitários de Saúde – hoje são quatro funcionários. Porém, o necessário seriam 12 agentes para atender aos moradores da região. Além de ouvir os profissionais da unidade, Samuca determinou que fosse realizada a capina na área externa do posto de saúde e a construção imediata de uma rampa de acesso à unidade de saúde, para proporcionar melhor acessibilidade.      

“Fiquei impressionado com a UBSF do bairro Vila Rica. É uma bela estrutura e com excelentes profissionais. Precisamos realizar algumas manutenções, mas não afetarão o funcionamento diário”, disse Samuca Silva. 

Prefeito anuncia a volta do Orçamento Participativo

Durante o encontro com os moradores do bairro, Samuca também anunciou a volta do Orçamento Participativo na cidade. “Vamos resgatar o orçamento participativo. Vocês têm que se organizar para listar as prioridades do bairro para apresentar ao governo municipal. Não posso enganar vocês: a atual situação financeira não dá para atender de imediato todas as demandas do bairro, mas é importante que seja feito um levantamento para que haja um planejamento das ações”, explicou o prefeito. 

Mauro Coelho, presidente da associação de moradores do bairro, agradeceu ao prefeito pela volta do Orçamento Participativo. “No passado, o orçamento participativo era apenas fictício”, declarou.