English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, maio 17, 2017

Decreto suspende pagamento de 2,1 mil servidores de Volta Redonda por falta de recadastramento



Os nomes daqueles que tiveram os vencimentos suspensos ficarão disponíveis no site da prefeitura

O Governo Municipal publicou nesta semana o decreto 14.348 que suspende o pagamento de 2,1 mil servidores públicos (matrículas) que não fizeram o recadastramento no período estabelecido - 19 de março a 10 de maio.  O nome, a matrícula e o CPF daqueles que tiveram os vencimentos suspensos ficarão disponíveis no site da prefeitura: (wwww.voltaredonda.rj.gov.br). Foram recadastrados dentro do prazo 11.782 funcionários (9.267 ativos e 2.515 inativos). As informações foram passadas pelo secretário municipal de Planejamento, Júlio Andrade.

“Fizemos o cadastramento de forma que não atrapalhasse o andamento da máquina pública. Os servidores tinham o dia e o local agendados previamente pelo site da prefeitura. Os funcionários levaram, em média, dez minutos para o recadastramento, com biometria e fotografia. Estamos fazendo gestão. O maior gasto mensal da prefeitura é a folha de pagamento. Isso uma importante ação para reduzir custos”, afirmou Samuca Silva, prefeito de Volta Redonda.

O decreto, assinado pelo prefeito, determina também que os servidores inativos, pensionistas e licenciados que moram fora de Volta Redonda podem fazer o recadastramento até 30 de junho. Para isso, eles têm que enviar os documentos autenticados em cartório via Correios, para a secretaria municipal de Administração (Praça Sávio Gama, 53, Aterrado). A documentação deverá ser postada junto com o preenchimento do Formulário de Recadastramento (disponível no site da prefeitura) assinado pelo servidor, com o reconhecimento de firma autenticada em cartório ou consulado.

Os servidores públicos, com dificuldade de locomoção por causa de problemas de saúde, podem fazer o recadastramento por meio de uma procuração também até sexta-feira, dia 19. Neste caso, além da documentação, deverá ser apresentado também, um laudo médico da rede pública de saúde comprovando a impossibilidade de comparecimento. Os atestados da rede privada deverão ter reconhecimento de firma. Os representantes legais desses servidores deverão comparecer ao Departamento de Recursos Humanos (DRH), Rua 1º de Maio, 106, no bairro Aterrado.

Ainda de acordo com o decreto, o recadastramento de 58 servidores apresentou problemas técnicos no registro da biometria. Esses – a lista está disponível também no site da prefeitura - poderão refazer o recadastramento no setor azul do Estádio Raulino de Oliveira, até sexta-feira, dia 19.

A comissão do recadastramento tem até 30 de julho para apresentar ao prefeito um relatório final dos trabalhos. Caso seja necessário, a comissão poderá solicitar ao chefe do Executivo a abertura de processo de sindicância para apurar possíveis irregularidades.