English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, maio 24, 2017

Educação Especial em Volta Redonda: Escola Dayse Mansur e Apae ganham sala de informática

Educação Especial em Volta Redonda: Escola Dayse Mansur e
Apae ganham sala de informática
Atendimentos na sala de informática acontecem individualmente, de acordo com as possibilidades e potencialidades dos alunos

Facilitar a inclusão social, promovendo a inclusão digital das crianças e adolescentes da Escola Especializada Dayse Mansur da Costa Lima, em Volta Redonda, através da utilização do computador como mais uma ferramenta no processo de ensino-aprendizagem. Esse é o principal objetivo do projeto de informática que acaba de ser reativado na unidade de ensino. De acordo com a secretária municipal de Educação, Rita de Cássia Oliveira de Andrade, a escola ganhou duas implementadoras de informática que irão desenvolver as atividades numa sala equipada com doze computadores.

“A inclusão é um direito de todo cidadão e tem que existir. Não podíamos deixar uma escola tão importante como essa fora desse projeto”, disse a secretária, destacando que a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) também foi contemplada. “O projeto de informática nas escolas também está funcionando na Apae, graças a nossa parceira. Disponibilizamos duas professoras para atuar lá”, acrescentou.

Segundo a diretora da Dayse Mansur, Renata de Oliveira Lopes Dutra, os atendimentos na sala de informática acontecem individualmente, de acordo com as possibilidades e potencialidades dos alunos. “Esse projeto de informática já funciona em outras escolas da rede municipal de ensino, e agora também fomos contemplados. Agora, nossos alunos também poderão se socializar com os equipamentos”, afirmou.

Através das aulas, que acontecem das 7h às 11h30 e das 13h às 17h30, os alunos poderão ter acessos a jogos; vídeos; e pesquisas de temas específicos de interesses - que visem a socialização com os equipamentos e sua utilização funcional.

Para a implementadora Fernanda Maria da Silva Lacerda, as aulas de informática serão essenciais para a inclusão dos alunos ao mundo digital. “Essas aulas são muito importantes para eles. Alguns gostam tanto que nem querem sair da sala. Estamos na Era da Informática e esse aprendizado é fundamental para o desenvolvimento deles. Além disso, a utilização de alguns equipamentos facilita na sala de aula regular. O uso do mouse, por exemplo, ajuda na coordenação motora”, comentou.

A escola - A Escola Municipal Especializada Professora Dayse Mansur, fica no bairro Jardim Paraíba, e atende a 69 alunos com idade entre quatro e 16 anos. Nessa escola os alunos recebem acompanhamento físico e pedagógico, além de atividades complementares como aulas de música, informática e atividades físicas realizadas nas salas de estimulação e na academia da escola. Também aprendem como realizar as atividades básicas do cotidiano, além de atividades voltadas para o desenvolvimento da linguagem, funções motoras, comunicação e interação. A escola funciona em dois períodos: das 7h às 11h e das 13h às 17h, e conta com 32 profissionais.

O atendimento desses alunos é individualizado, seguindo um plano educativo elaborado a partir da avaliação das necessidades de cada aluno. Cada sala de aula possui professores que atendem, no máximo, seis alunos. O objetivo desse trabalho é garantir que os alunos com autismo possam ter independência, autonomia e consigam se relacionar melhor com seus familiares e com a sociedade.