English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

segunda-feira, junho 26, 2017

Dia D contra HPV acontece no sábado, dia 1º, em Barra Mansa

Dia D contra HPV acontece no sábado, dia 1º, em Barra Mansa

Todos os postos de saúde do município estarão abertos das 8h às 17h; campanha de vacinação contra o vírus HPV e Meningocócica C tem como público alvo adolescentes e segue até dia 21 de julho

Seguindo a orientação da Secretaria de Estado de Saúde, Barra Mansa intensifica a vacinação contra o vírus HPV e Meningocócica C. A campanha de atualização vacinal começou na última semana, no dia 19 de junho, e termina dia 21 de julho. O Dia D da ação acontece no próximo sábado, dia 1º de julho, quando todos os postos do município estarão abertos das 8h às 17h, para a aplicação das vacinas voltadas ao público adolescente. 

De acordo com a coordenadora do Setor de Imunização do município, Marlene Fialho, o calendário do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde sofreu modificações este ano, com a inclusão das vacinas HPV Quadrivalente para meninos de 11 a 14 anos e da vacina Meningocócica C para adolescentes de ambos os sexos, com idades entre 12 e 13 anos.

“O objetivo da campanha é oferecer ao adolescente maior proteção contra várias doenças. É importante que eles levem a caderneta de vacinação ao posto para ser atualizada”, destacou.

HPV - A imunização contra o HPV pode ajudar na prevenção do câncer. Entre os anos de 2016 e 2017, mais de 16 mil novos casos de câncer de colo de útero devem ser registrados no Brasil e, na maioria deles, a principal causa será o vírus HPV, segundo informações do Ministério da Saúde. O vírus pode provocar também casos de câncer de pênis, ânus e garganta.

A vacina é aplicada em duas doses com um intervalo mínimo de seis meses e máximo de 12 meses, entre a primeira e a segunda dose, tanto para meninos quanto para meninas. Meninas devem ser vacinadas dos 9 aos 14 anos de idade, e para os meninos, a faixa vai dos 11 anos aos 14 anos, 11 meses e 29 dias.

Marlene Fialho lembra que a vacina é segura e que os pais não devem ter medo de vacinar seus filhos. “Não há motivos para que os pais tenham receio. A imunização é segura e não oferece reações graves”.

A vacina contra HPV também é oferecida no município a homens e mulheres até 26 anos de idade, portadores do vírus HIV, transplantados e em tratamento de câncer. “Nesses casos é só procurar a Secretaria de Saúde. Existe um procedimento diferenciado de três doses para esse grupo”, destacou Marlene.

Meningocócica C – A vacina foi disponibilizada pelo Ministério da Saúde em dose única para adolescentes de 12 a 13 anos. A faixa-etária será ampliada, gradativamente, até 2020, quando serão incluídos crianças e adolescentes com 9 anos até 13 anos.

Além de proporcionar proteção aos adolescentes, a ampliação da vacina alcançará o efeito protetor da imunidade de rebanho, ou seja, a proteção indireta das pessoas não vacinadas.

A doença é transmitida por meio de secreções respiratórias (tosse e espirro de alguém infectado). Algumas pessoas podem apresentar o meningococo na nasofaringe mesmo não estando doente e são chamadas de “portadores sãos”, que convivem normalmente na sociedade e são transmissores da bactéria.