English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, junho 28, 2017

Primeiro Congresso Técnico dos Jogos Estudantis é realizado em Volta Redonda

Primeiro Congresso Técnico dos Jogos Estudantis é
realizado em Volta Redonda
Evento visa resgatar a inclusão social por meio do esporte
Volta Redonda sediou na quarta-feira, dia 28, o primeiro Congresso Técnico dos Jogos Estudantis – JEVRE 2017. O evento, que aconteceu na sede da secretaria municipal de Educação, contou com a participação do secretário municipal de Ação Comunitária e vice-prefeito, Maycon Abrantes; das secretárias municipais de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, de Educação, Rita de Cassia Andrade, e de Cultura, Márcia Fernandes; e do presidente da Fevre, Eduardo Dessupoio. O JEVRE, este ano, será aberto em agosto e vai contar com a participação dos alunos das redes municipal, estadual, federal e privada.
Segundo Maycon Abrantes, o evento visa resgatar a inclusão social por meio do esporte. “Precisamos resgatar na cidade o trabalho do esporte como inclusão social. Pela primeira vez estamos envolvendo várias secretarias e discutindo sobre os jogos. É uma nova gestão e um novo olhar sobre a participação do poder público em eventos deste porte”, disse o secretário.
Ao todo serão 16 modalidades esportivas, sendo que nove são olímpicas. Pela primeira vez o JEVRE está sendo realizado através de parcerias entre as secretarias do município e a iniciativa privada. De acordo com a secretária municipal de Esporte e Lazer, a cidade vive um novo momento.
“Estamos vivendo um novo momento na cidade, principalmente no que se refere ao esporte. Precisamos preservar a história e a importância dos jogos estudantis e valorizar o profissional de Educação Física. Estamos aqui colocando em prática um novo modelo de gestão para os jogos”, contou Maria Paula.
Com o novo modelo será economizado cerca de 30% do valor gasto dos anos anteriores para realizar o evento. As categorias e faixas etárias variam do sub-08 até sub-18 e todos os alunos, devidamente matriculados, podem participar. De acordo com a secretária municipal de Educação essa foi a primeira vez que as secretarias tiveram a oportunidade de debater e organizar o JEVRE em conjunto.
“Sou professora da rede municipal há anos e, até então, nunca tínhamos tido a oportunidade de discutir dessa forma os jogos estudantis e, principalmente, avaliar o que pode ser realizado de forma proveitosa para os alunos. Esse ano ainda estamos acompanhando o calendário definido pelo governo anterior. Em 2018 vai ser melhor ainda, pois vamos trabalhar um cronograma adequado para tudo”, contou Rita de Cassia.
“A união para realizar os jogos é muito importante. As ideias boas surgem e temos que analisar bem e colocá-las em prática. O esporte tem uma parte sadia em relação à competição. O esporte transforma através da Educação”, afirmou o presidente da Fevre.
Além de incentivar o esporte, os jogos também contêm uma grande parcela cultural. Para Márcia Fernandes, o diálogo é o primeiro passo para mudança. “Conversamos muito sobre cultura e esporte. Sabemos que os dois andam juntos. As pessoas exigem mudanças e a melhor forma é dialogando. Estamos entrando nas escolas e fazendo nossa parte, e incentivando ações e iniciativas de esporte, lazer e cultura”, afirmou Márcia.