English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

segunda-feira, junho 26, 2017

RESENDE É O TERCEIRO MAIOR GERADOR DE EMPREGOS DO ESTADO, REVELA CAGED

RESENDE É O TERCEIRO MAIOR GERADOR DE EMPREGOS DO ESTADO, REVELA CAGED

Crescimento tem relação com agilidade e aumento na emissão de alvarás, se destacando entre municípios com mais de 30 mil habitantes

Na contramão do cenário nacional, que registra atualmente mais de 12 milhões de desempregados em todo o Brasil, Resende fechou o mês de maio com um saldo de 260 trabalhadores registrados em empregos formais no município. Os dados, divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério do Trabalho e do Emprego, colocam Resende em terceiro lugar em geração de empregos com carteira assinada no estado do Rio.

De acordo com o relatório do Caged, que analisa, mês a mês, a evolução do emprego formal em municípios com mais de 30 mil habitantes, em maio Resende registrou um total de 1.147 admissões, contra 887 desligamentos, obtendo o saldo de 260 empregos. Já analisando a evolução no ano, este número fica ainda mais significativo, pulando de 260 para 621 trabalhadores com carteira assinada. Neste período foram feitas 5.048 admissões, contra 4.427 demissões.

Para o prefeito Diogo Balieiro Diniz, a evolução do número de empregos formais em Resende, detectada pelo Caged no último mês, mostra que o município está recuperando, pouco a pouco, seu potencial de crescimento e sua credibilidade junto aos investidores.
- Nosso município, como todos do Estado do Rio, sofreu duramente os efeitos da crise econômica, que levou muitas empresas a fecharem suas portas e a encerrar milhares de postos de trabalho. No entanto, graças ao conjunto de ações em prática na cidade, começamos a enxergar resultados, reencontrando o caminho do desenvolvimento. Bons exemplos são a chegada de novos empreendimentos na cidade, como a rede de Supermercados Atacadão S/A, pertencente ao grupo Carrefour, que deverá gerar 650 empregos diretos; e a criação do segundo turno da Nissan, com a contratação de 600 novos trabalhadores – destacou Diogo Balieiro Diniz.

Resende aposta na liberação de novos alvarás

Além da vinda do Supermercado Atacadão, que se instalará na região da Grande Alegria com investimentos de R$ 20 milhões, e a ampliação da produção da Nissan, que representou a injeção de R$ 200 milhões na fábrica de Resende, o município também registrou, em 2017, um aumentou significativo no número de alvarás concedidos para a instalação de novos negócios – fator que também contribui de forma decisiva para a criação de novos empregos no município.

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Turismo, Tecnologia e Serviços, Raphael Gattás, de janeiro a maio deste ano foram emitidos em Resende 451 novos alvarás, contra 380, no mesmo período do ano passado – um aumento de quase 19%. O destaque foi o setor de Serviços, para o qual foram liberados, de janeiro a maio, 264 alvarás. Em segundo lugar ficou o segmento do Comércio com 184 alvarás; e em terceiro o de Indústria, com 3. Além dos 451 já registrados, no mês de junho, que ainda está em curso, já foram concedidas 70 liberações, totalizado 521 alvarás.

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Turismo, Tecnologia e Serviços, Raphael Gattás, além de fortalecer a economia do município, um dos impactos mais positivos revelados pelo aumento do número de alvarás é a criação de novas oportunidades para os trabalhadores.

- Quando um novo negócio se inicia, seja ele no setor do comércio, de serviços e da indústria, novas oportunidades surgem, porque mesmo que a atividade seja de pequeno porte, ela abrirá novos postos de trabalho. E são esses pequenos negócios que, ao lado dos grandes, movimentam e potencializam a economia. Por isso, temos trabalhado muito para reduzir burocracias, diminuir prazos e facilitar a concessão de novos alvarás em Resende. Nosso próximo passo agora será investir na capacitação desses empreendedores, em parceria com o Sebrae, agregando valor às suas atividades, ampliando seus negócios para que, consequentemente,  possam abrir novas vagas de trabalho – explica Raphael Gattás.