English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, julho 04, 2017

Aluno da rede pública de VR conquista medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Matemática

Aluno da rede pública de VR conquista medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Matemática

A família do estudante do 7° ano do colégio João XXIII, Mateus Regasi Gomes Martins, de 12 anos, tem um motivo e tanto para se orgulhar. Na última quinta-feira, dia 29 de julho, o menino recebeu a medalha de prata na 12ª edição da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), onde concorreu com mais de 18 milhões de alunos. A competição, destinada a estudantes que vão do 6°ano do Ensino Fundamental ao 3° ano do Ensino Médio, possui duas fases: uma realizada no início, e outra, no fim do ano.

Mateus, morador da Estrada Mantiqueira, no bairro Retiro, contou como foi todo o procedimento. "Na primeira fase foram 20 questões de múltipla-escolha, e confesso que a maioria delas fiz no improviso", explicou, lembrando, no entanto, que foi o último a ter saído da sala de aula no dia em que fez a primeira avaliação. "Tinham coisas que eu não tinha certeza para responder, mas fiz o teste na coragem e confiança", ressaltou o estudante.

Depois de passar na primeira fase, Mateus acessou o site www.obmep.org.br, consultou as provas anteriores e se dedicou ainda mais ao estudo. "A segunda fase foi bem mais fácil que a outra. Estudei a matéria no caderno de geometria, disciplina que tinha um pouquinho de dificuldade e acabou dando tudo certo", disse.

O garoto, acompanhado pela mãe, Roberta Regasi Gomes, falou com orgulho ao contar sobre sua reação com resultado final. "Gritei de felicidade. Mandei mensagem para a minha mãe e fui correndo todo empolgado para a casa do meu tio, que também ficou muito feliz", concluiu. Orgulhosa, Roberta conta como foi a cerimônia. "Aconteceu uma cerimônia de entrega aos medalhistas de ouro, prata e bronze, no Teatro João Caetano, no Centro do Rio. Fico emocionada com o sucesso do Mateus, porque ele é referência na família. Sempre foi um garoto bom, dedicado e inteligente. Os primos se inspiram nele. A determinação fez com que ele se dedicasse aos estudos e o mérito é todo dele", enfatizou.

Com a medalha de prata, o menino ganhou, a partir de maio, um curso de iniciação científica e uma ajuda de custo pelos próximos 10 meses. O diretor do João XXIII, Mauro Henrique Souza da Silva, parabenizou Mateus. "Ficamos orgulhosos com a dedicação dos nossos alunos. Esperamos que a premiação dele, sirva de incentivo para que outros invistam na Olimpíada de Matemática", disse.

A diretora pedagógica da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), Cristina Roriz, também não mediu elogios. "É o resgate da educação pública de qualidade, reconhecendo o trabalho de toda uma rede de ensino". Já a secretária municipal de Educação, Rita Andrade, destacou a valorização do aluno da escola pública. "Todos possuem capacidade e as portas das instituições públicas sempre estarão abertas", concluiu.

O prefeito Samuca Silva, destacou o exemplo positivo de Mateus. "Como prefeito e professor fico orgulhoso por ver um menino desse esbanjando talento e dedicação. E é esse o caminho da nossa educação. Investimos para que os alunos da rede  pública se tornem uma referencia para mudarmos o país"  finalizou Samuca.