English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

domingo, julho 09, 2017

Fiscalização Tributária e de Posturas de Barra Mansa realiza ação em conjunto as margens da rodovia Presidente Dutra



Objetivo da ação é combater a clandestinidade e a sonegação fiscal; ação também tem caráter preventivo e educativo

A Fiscalização Tributária e de Posturas de Barra Mansa iniciaram na última sexta-feira, dia 7, um pente fino (fiscalização) nas empresas que estão instaladas as margens da Rodovia Presidente Dutra. O objetivo da ação é combater a clandestinidade e a sonegação fiscal. A ação também terá caráter preventivo a fim de dar oportunidade para as empresas regularizarem sua situação junto ao fisco municipal e a Fiscalização de Posturas.

De acordo com informações da Secretaria de Fazenda, Barra Mansa possui aproximadamente 250 empresas registradas no cadastro mobiliário do município as margens da Rodovia Presidente Dutra. Entre o Distrito de Floriano e a divisa com Volta Redonda são aproximadamente 30 quilômetros de rodovia no sentido Rio e 30 quilômetros no sentido São Paulo.

- Essa ação conjunta faz parte do planejamento realizado no início do ano e não queremos arrochar nenhuma empresa. O queremos é saber a realidade fiscal e documental de cada uma delas e dar oportunidade para que se regularizem junto ao município – disse Aliandre Martins, gerente de Fiscalização de Posturas.   

Para o coordenador da Secretaria de Fazenda, Leonardo Salazar, a fiscalização é uma rotina diária do setor, no entanto, atuar as margens da rodovia mais importante da América Latina se torna necessária. “Somos a segunda cidade com maior trecho cortado pela rodovia em toda sua extensão. Precisamos de um diagnóstico completo sobre o que representa cada empresa e o ramo de atividade de cada uma. Além disso, estamos fazendo uma atualização do banco de dados”, disse Leonardo Salazar.

A ação deve durar por três meses e o objetivo é dar oportunidade para as empresas regularizarem.