English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, julho 25, 2017

PROGRAMA INCENTIVA ACOLHIMENTO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM RESENDE



Iniciativa visa proteger menores de 18 anos, afastados de suas famílias por decisão judicial

“Acolha uma criança ou adolescente e divida com ela seu amor, carinho e proteção”. É com esta mensagem de solidariedade que a Prefeitura de Resende quer sensibilizar a sociedade a aderir ao Programa Família Acolhedora, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos. A iniciativa visa proteger crianças e adolescentes afastadas do seio familiar por meio de medida protetiva, em função de maus tratos, negligência, abandono ou violência doméstica praticados pela família de origem. 

Através do programa as famílias cadastradas acolhem voluntariamente em suas casas, por um período provisório, crianças e adolescentes com idade entre zero e 17 anos e 11 meses, possibilitando que eles tenham um crescimento sadio, acompanhado de afeto e respeito às suas necessidades individuais. O acolhimento, que é regulado pela Vara da Infância e Juventude, que emite um Termo de Guarda Provisória para a Família Acolhedora, tem duração de um ano, podendo ser prorrogado por mais seis meses, caso haja necessidade. 

Segundo a coordenadora do Família Acolhedora, Rosalina Sampaio, o programa não visa a adoção, e sim minimizar os danos causados pelo afastamento temporário da família de origem, assegurando a convivência familiar e comunitária que é tão importante para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes.

- Através deste programa, as crianças e adolescentes que estão amparadas em abrigo têm a chance de vivenciar uma rotina normal, semelhante a de outros meninos e meninas de sua idade. E isso é muito importante para o desenvolvimento integral deles, pois apesar do atendimento prestado no abrigo ser ótimo, nada se compara ao aconchego de um lar – disse Rosalina.  

Quem quiser se tornar uma Família Acolhedora deve procurar a sede do programa, que funciona na Rua Pandiá Calógeras, 157, no bairro Jardim Jalisco, e se cadastrar. O serviço, que também faz a seleção e preparação das famílias inscritas, funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 14h. 

Para ser uma Família Acolhedora é preciso:

- Ser morador de Resende há cinco anos, e ter, no mínimo, 21 anos de idade. Podem ser candidatar homens e mulheres, solteiros ou casados

- Ser 16 anos mais velho que a criança ou adolescente a ser acolhido e não estar inscrito no cadastro de adoção da Vara de Infância e da Juventude

- Não ter problemas psiquiátricos ou ser dependente de substâncias psicoativas

- Não ter pendências judiciais de competência criminal e ter a aceitação e acolhida de todos os membros da família.