English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, julho 11, 2017

Refis em Volta Redonda já atraiu mais de mil pessoas em busca de isenção de desconto em juros e multas


Contribuintes podem pagar em cota única ou parcelado em até 36 vezes

Uma semana após ser lançado pela Secretaria de Fazenda de Volta Redonda, o Programa de Recuperação Fiscal do Município (Refis) já é considerado um sucesso. Isso porque mais de mil contribuintes já procuraram informações sobre o Refis, programa que concede isenção de desconto em juros e multas de dívidas com o município, tanto de pessoas físicas quanto jurídicas.
“Essa é uma excelente oportunidade para os contribuintes, é uma possibilidade para aproveitarem esse desconto único. Mais de mil pessoas já nos procuraram para conhecer o Refis”, comemorou a secretária municipal de Fazenda de Volta Redonda, Norma Chaffin, ressaltando que, segundo os cálculos da pasta, o município tem mais de R$ 1 bilhão para receber de contribuintes inscritos na Dívida Ativa. “Os débitos poderão ser pagos à vista ou parcelados em até 36 meses, com redução de juros e multa”, explicou.
O Refis visa aumentar a arrecadação da cidade – em um momento de crise financeira – e consequentemente elevar os investimentos na cidade. “O retorno dessa arrecadação com o Refis vai diretamente para o município, os benefícios vão para os próprios contribuintes”, pontuou Márcia.
De acordo com o projeto, a empresa ou contribuinte que quitar seu débito à vista, até 31 de julho, receberá uma isenção de 100% nos juros e multas. Já quem pagar à vista até 31 de agosto terá uma redução de 90% e, quem quitar até 30 de setembro, terá um desconto de 80% nos juros e multas. As correções monetárias, por sua vez, não receberão isenção ou desconto. 
O contribuinte também tem a possibilidade de parcelar sua dívida em três opções: 12 vezes, com desconto de 70% nos juros e multas; em 24 parcelas com desconto de 60%; e em 36 vezes com 50% de isenção. Vale lembrar que a parcela mínima, por sua vez,é de R$ 100,00 para pessoas físicas e R$ 200 para as jurídicas.
Quem se interessar em participar do programa pode procurar o prédio do Furban (Fundo Comunitário de Volta Redonda), anexo ao Palácio 17 de Julho, no Aterrado, das 12h às 17h30. O contribuinte também pode agendar no site da prefeitura (voltaredonda.rj.gov.br). É necessário apresentar os seguintes documentos para as pessoas físicas: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.