English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, julho 26, 2017

Secretaria de Meio Ambiente realiza fiscalização na Fazenda do Ingá


90 hectares são cobertos por mata atlântica nativa, além de um grande potencial hídrico de abastecimento do centro urbano
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Volta Redonda, realizou na manhã desta terça-feira, dia 25, uma fiscalização em oito locais específicos no Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, no bairro Santa Cruz. A reserva ambiental tem cerca de 211 hectares, sendo que 90 são cobertos por mata atlântica nativa, além de um grande potencial hídrico de abastecimento do centro urbano. A operação de impacto, junto a Guarda Municipal, teve como objetivo notificar os moradores que estão com alguma irregularidade. De acordo com a secretária de Meio Ambiente, Daniela Vidal Vasconcelos, a proposta é de restabelecer projetos para o local.
“Achamos diversas irregularidades. Atividades como desmatamento e criação de animais que não podem ter em uma reserva ambiental. Tem uma área que tem até um condomínio. Vamos restabelecer projetos dentro da reserva, como visitação do parque, além da prática esportiva”, disse Daniela.
A manutenção e fiscalização da reserva visa proteger a biodiversidade dos ecossistemas da fazenda. Segundo a secretária existem diversas ações jurídicas de reintegração de posse do local.
“Vamos realizar um cadastramento dos moradores das áreas ocupadas. Existem ações jurídicas de reintegração de posse e,  além disso, o Ministério Público cobra da secretaria uma posição sobre as irregularidades do parque. Estamos trabalhando com eficiência para solucionar essa situação o quanto antes”, enfatizou a secretária.
A operação contou com a participação de dez guardas municipais e cinco funcionários da secretaria de Meio Ambiente. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, Rogério Soares Nascimento, o local voltou a ter rondas.
“A guarda está realizando rondas desde a última semana na reserva,  diariamente. O local apresenta alguns pontos de perigo. A presença da Guarda Municipal dá mais segurança aos moradores, além de proteger a fazenda”, afirmou o subcomandante.
Outras ações de fiscalização serão realizadas na Fazenda do Ingá. Segundo a secretária de Meio Ambiente apenas alguns locais foram notificados. “A reserva é grande, vamos realizar mais fiscalizações para averiguar todas as irregularidades, além de notificar algumas situações”, contou Daniela.