English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, julho 28, 2017

Secretaria de Saúde de Volta Redonda capacita agentes comunitários para o uso de plantas medicinais e fitoterápicos


Iniciativa faz parte de um projeto de inclusão de plantas medicinais como complemento ao atendimento nas unidades básicas  

Na manhã desta sexta, dia 28, no auditório da Secretaria de Saúde de Volta Redonda foi realizado mais um módulo do curso “Plantas medicinais e fitoterápicos”, destinado aos agentes comunitários de Saúde. A iniciativa faz parte de um projeto de inclusão de plantas medicinais como complemento ao atendimento nas unidades básicas. O curso é quinzenal e composto por seis aulas.  Desta vez, a palestrante foi a farmacêutica Bettina Monika Ruppelt, da Universidade Federal do Paraná, campus Palotina.  

O secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, ressaltou que este curso também faz parte da estratégia de capacitações e atualizações. “O objetivo do curso é capacitar os agentes comunitários no uso de plantas medicinais e fitoterápicos, proporcionando a discussão do conhecimento tradicional ou popular. Assim nós estamos alinhando o conhecimento científico ao popular, proporcionando o uso seguro de plantas medicinais”, disse. “Essas capacitações também fazem parte de um projeto futuro da SMS em implantar hortas de plantas medicinais nas unidades básicas. Assim a população vai ter acesso a essas plantas de forma mais fácil e segura”, acrescentou.

A sub-secretária de Saúde, Helia Paula Brum Maia, explicou que a previsão é formar todos os agentes comunitários de saúde. “Os agentes comunitários serão capacitados para que saibam o seu papel na comunidade. Precisamos que eles sejam o elo entre a família e o Programa de Saúde da Família. O papel do agente é fundamental para desenvolvermos qualidade na Saúde e conseguirmos atingir nossos indicadores”, enfatizou.        

O prefeito Samuca Silva reforçou que a Saúde é uma das prioridades de seu governo e que as capacitações são fundamentais para que a população receba um atendimento cada vez melhor. “É por meio de capacitações que conseguiremos essa melhoria no atendimento da área de Saúde. A secretaria acatou minha solicitação e tem investido nesses cursos e palestras que têm apresentado resultados positivos”, contou.

No primeiro módulo do curso, os agentes fizeram entrevistas com os moradores sobre as plantas em suas casas, sobre o modo de uso e onde adquiriram determinada planta. Em 15 dias uma nova turma de agentes comunitários será capacitada. O próximo tema será ‘Compostagem e horta vertical’. A agente Elenice de Fátima Candido da Silva trabalha na UBSF do bairro Jardim Belmonte. Ela já colocou em prática o que vem aprendendo na capacitação. “Estou achando ótimo o curso e já compartilhei esse conhecimento com a população. Eu ganhei uma muda de citronela de um rapaz do bairro e ele disse que era capim-cidreira. Então eu identifiquei pela aparência e pelo cheiro que não era o tipo de planta que ele achava. O curso já está dando resultados”, contou.