English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

domingo, agosto 06, 2017

Comitê do Orçamento Participativo é eleito em Volta Redonda



Escolha foi feita neste sábado durante o Fórum do Orçamento Participativo

O primeiro Fórum do Orçamento Participativo aconteceu na manhã deste sábado, dia 3, no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biase), no Aterrado, e teve a participação de associações de moradores, secretários municipais e membros da sociedade civil. Na ocasião, foram eleitos os representantes que vão compor o Comitê do Orçamento Participativo de Volta Redonda. Eles terão o mandato de um ano (agosto e 2017 a agosto de 2018). A cidade foi dividida em dez setores e as reuniões do comitê devem começar na próxima semana.    

O vice-prefeito Maycon Abrantes, que representou o prefeito Samuca Silva, destacou a importância das associações de moradores para a elaboração do orçamento da cidade.

“Estamos dialogando com todos os setores da sociedade. Essa parceria entre poder público, iniciativa privada e associações de moradores que vamos conseguir avançar”, frisou o vice-prefeito.

A primeira palestra do evento foi com o secretário municipal de Planejamento, Júlio Andrade, que ministrou sobre a “Experiência de Orçamento Digital pelo Brasil e pelo mundo”. Segundo ele, há dois modelos de Orçamento Participativo: totalmente digitais (online) e os híbricos (presencial e online).

A segunda opção é a que está sendo adotado em Volta Redonda. O OP Digital já foi realizado e teve a participação de mais de duas mil pessoas. Agora, a fase é presencial, onde os moradores elencam as prioridades de cada localidade, através da associação de moradores, em plenárias realizadas nos bairros.

“Vale ressaltar que não é uma disputa entre bairro. Não vamos realizar todos os pedidos, por limitação orçamentária, mas a população que escolherá as prioridades”, disse o secretário municipal, responsável pela organização do Orçamento Participativo.

Após a palestra do secretário, foram apresentadas todas as ações da secretaria de Planejamento, de janeiro a julho, sobre o Orçamento Participativo e uma mesa redonda.

“Estou atuando nos conselhos gestores há muito tempo, e nunca chegaram até nós para perguntar se precisamos de algo. Agora, o OP vai inserir os conselhos e movimentos sociais”, disse Guaraci Lopes, vice-presidente do Conselho Municipal do Direito da Criança e Adolescente (CMDCA).     

Abertura do evento
 
Quem compareceu ao evento teve a oportunidade de conhecer o Projeto Ballet Educação, que fez a abertura do evento. Atualmente, o programa atende cerca de 450 alunos, de 6 a 14 anos, da rede municipal. O objetivo do projeto é de aliar a educação, cultura e arte. Foram quatro apresentações na abertura do fórum, coordenada pela professora Isabela Santos Leal.   
 
CONFIRAM OS NOMES DO COMITÊ
 
SETOR 1
Júlio Gil
 
SETOR 2
 
Maria das Graças
Lúcia Lino (suplente)
 
SETOR 3
Alcy Vicente
Marta Mageste (suplente)
 
SETOR 4
Mauro Coelho
Evaldo Oliveira (suplente)
 
SETOR 5
Fátima Martins
Wagner Marinho (suplente)
 
SETOR 6
Clayton Nascimento
Welligton Ricardo (suplente)
 
SETOR 7
Josiane Carvalho
 
SETOR 8
NÃO COMPARECEU AO FÓRUM
 
SETOR 9
Alan Cunha
Fernando Pereira (suplente)
 
SETOR 10
Wanderley Dias