English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, agosto 03, 2017

Orquestra de Cordas de Volta Redonda vai participar do XXII Rio Internacional Cello Encounter (RICE) - 2017


Cidade vai receber quatro solistas internacionais
Começa no próximo domingo, dia 06, o XXII Rio Internacional Cello Encounter (RICE) – 2017, no Rio de Janeiro. Volta Redonda vai participar do festival, por meio do projeto VR Cidade da Música. Nos dias 07, 08 e 09 de agosto, quatro músicos do Chipre, USA, Londres e Alemanha, estarão no município para realizar aulas com alunos do projeto e também para um grande concerto com a Orquestra de Cordas, que vai acontecer na quarta-feira, dia 09, na Igreja São Sebastião, no bairro Retiro, às 19h30. Ao todo, 120 músicos vão se apresentar e os convidados internacionais serão solistas.
Após esse concerto é a vez da Orquestra de Cordas fazer a apresentação em terras cariocas. “Essa é a primeira vez que vamos nos apresentar na Cidade das Artes. Estamos empolgados com a possibilidade”, disse a maestrina Sarah Higino. Os violinistas Haroutune Bedelian (de Chipre) e Russel Guyver (de Londres); o pianista Lorna Gruffitt (USA); e o violoncelista Walter-Michael Vollhardt (Alemanha) também vão ministrar aulas gratuitas para os alunos do projeto, além de realizarem, em parceria com a Orquestra, um Recital de Câmara. As aulas e os recitais vão acontecer na sede do projeto.
“É uma honra ver o nome de Volta Redonda ser levado com tanto respeito a um evento dessa categoria. Nossa Orquestra de Cordas é extremamente talentosa e merece esse momento”, enfatizou o prefeito Samuca Silva.
Conheça os músicos que virão para Volta Redonda
Haroute Bedelian – Violinista, nascido no Chipre, onde iniciou seus estudos de violino. Recebeu, aos 15 anos, uma bolsa para estudar com David Martin e Manoug Parikian e continuou a formação com Ivan Galamian e Nathan Milstein. Aos 20 anos conquistou seu primeiro concurso de violino da BBC. Desde então, tocou, gravou e se apresentou na Europa, Oriente Médio e América do Norte. Tornou-se professor na Real Academia de Loundres e continuou a carreira na Universidade da Califórnia.
Russel Guyver – Nascido em Londres, desenvolveu uma variada carreira como regente, violista, compositor e educador em quatro continentes. Recebeu Emmy pela trilha de um docudrama da PBS. É diretor de Orquestras da University of Northern Colorado. Recentemente, recebeu o título de doutor em artes musicais e regência da University of Kansas.
Lorna Griffitt – Pianista, começou sua carreira aos 16 anos como solista da Orquestra de Louisville. Seus professores incluem Doris Owen, Tong II Han, Gyorgy Sebok e Maria Curcio. É solista, músico de câmara e pedagogo nos Estados Unidos e na América do Sul, Europa e Oriente Médio.
Walter-Michael Vollhardt – O violoncelista nasceu em Heildelberg, na Alemanha. Destacou-se pelo interesse pela música desde criança. Venceu por três vezes o Concurso de Jovens Solistas da antiga Alemanha Federal e o Concurso-Concerto-Aria, em Boston. Como solista, apresentou-se em diversas orquestras, entre elas a Boston Symphony e a Sinfônica de Berlim.
Saiba mais sobre o evento
O Rio Cello foi criado em 1994 pelo violoncelista inglês, condecorado pela Rainha da Inglaterra e radicado no Brasil, David Chew. Completa 23 anos de história com muitas novidades, sempre gratuitas.

A cada ano o evento atinge um público maior e mais diversificado e está presente em diversas comunidades cariocas. Há apresentação dos mais diversos instrumentos, bailarinos e artistas plásticos vindos de todas as partes do mundo que realizam apresentações e workshops gratuitos em diversos pontos da capital carioca do Rio de Janeiro, além de Cabo Frio e Volta Redonda e sempre tendo o “Cello” como personagem principal.

Desde sua primeira edição, em 1994, o Rio Cello já promoveu mais de 750 apresentações e 600 horas de workshops, reunindo cerca de seis mil músicos, 600 estudantes e jovens músicos para um público estimado de 350 mil pessoas.