English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, agosto 02, 2017

Volta Redonda realiza mutirão para troca de nome social


Travestis e transexuais podem alterar nome e gênero em documentos civis

A Prefeitura de Volta Redonda, através da secretaria municipal de Ação Comunitária, em parceria com o Volta Redonda Sem Homofobia e a Defensoria Pública do Estado do Rio, está realizando um mutirão para retificação do nome social. O objetivo é permitir que travestis e homens e mulheres transexuais possam realizar a alteração de seu nome e gênero em seus documentos civis. O projeto começou nesta terça-feira, dia 01, e segue até 11 de agosto.
De acordo com o secretário de Ação Comunitária, Maycon Abrantes, o mutirão está acontecendo em todos os Centros de Referência em Assistência Social. “A retificação de nome civil trata-se de alterar o nome e o sexo de documentos oficiais, registrados pelo gênero definido biologicamente, pelo nome e gênero escolhidos, o que contribui para a cidadania de travestis, homens e mulheres transexuais”, explicou Maycon.
Após o primeiro atendimento nos Cras (Centro de Referência de Assistência Social), a secretaria de Ação Comunitária, o VR Sem Homofobia e a Defensoria Pública realizarão, em data que ainda será definida, um novo momento do projeto. “Contaremos com informações aos LGBTs, sensibilização aos familiares e humanização dos atendimentos referente à assistência social, potencializando também, momentos de interação com travestis e transexuais que realizaram a solicitação para a retificação civil”, disse Maycon, ressaltando que o último momento do projeto ficará a cargo da Defensoria Pública, que enfim irá realizar a retificação civil.
O mutirão acontece em todos os Cras de Volta Redonda, de 8h às 17h. Os documentos necessários são: carteira de identidade; CPF; comprovante de residência; certidão de nascimento; e, caso houver, cartão do Sistema Único de Saúde com nome social.
Educação realiza capacitação para diretores e professores sobre Diversidade e Combate à LGBTfobia

Ainda na proposta de respeito a todos os cidadãos, a Secretaria de Educação de Volta Redonda realizou nesta terça-feira, dia 01, uma capacitação para diretores e orientadores educacionais dos anos iniciais (1° ao 5° ano) das escolas da rede pública de Volta Redonda. Com o tema ‘Diversidade e Combate à LGBTfobia’, o evento aconteceu na sala de reuniões da secretaria.  

O professor Douglas Lucas, um dos palestrantes, destacou a importância do educador em promover esse tipo de debate nas escolas. "Os diretores e orientadores possuem contato direto com as famílias. O tratar deles sobre essa temática nos colégios é fundamental para combater uma ação preconceituosa. Estamos vivendo momentos de intolerância religiosa, seja nas ruas, escolas e redes sociais. Fazemos a nossa parte, mas precisamos contar com eles. É um momento de sensibilização", enfatizou.

A secretária municipal de Educação, Rita de Cássia Andrade, disse que o objetivo é a conscientização da aceitação das diversas famílias. "Foi um sucesso. Devemos apresentar às pessoas a diversidade e o combate à LGBTfobia", concluiu.