domingo, fevereiro 19, 2017

Homens no mundo fazem menos sexo oral, mas isso não inclui os brasileiros

Diversas pesquisas são realizadas pelo mundo sobre uma prática comum: o sexo oral. Entre as descobertas mais recentes sobre o tema, tem aumentado o número de pessoas que pratica sexo oral. Porém, alguns estudos estrangeiros mostram uma desigualdade de gênero: os homens fazem menos e recebem mais do que as mulheres.

Na última versão disponível da Natsal (Pesquisa Nacional de Atitudes Sexuais e Estilos de Vida), com dados de 2012 de mais de 15 mil britânicos entre 16 e 74 anos, a disparidade aumenta conforme a faixa etária. Entre 33 e 44 anos, 80% dos homens dizem receber sexo oral contra 75% das mulheres. Na idade de 45 a 54, a parcela masculina que desfruta da prática é de 71% em comparação a 63% das entrevistadas do sexo feminino. E apenas 35% das mulheres de 55 a 64 anos ganham o estímulo contra 52% dos homens na mesma faixa etária.

A diferença na reciprocidade não se restringe aos mais velhos. Em uma pesquisa com 900 estudantes universitários canadenses, realizada em 2013 e publicada este ano no Jornal Canadense de Sexualidade Humana, mais mulheres (59%) reportaram ter feito sexo oral do que os homens (52%). Além disso, mais do dobro de garotas (26%) do que rapazes (10%) disseram que realizaram a prática no parceiro, mas não receberam o agrado de volta.
Segundo Jessica Wood, uma das autoras do estudo e pós-doutoranda na Universidade de Guelph, no Canadá, uma das explicações para essa desigualdade pode estar na ideia dos papéis sexuais.
Tradicionalmente, as mulheres sempre foram vistas como passivas e submissas, enquanto os homens ocupavam o lugar de dominantes. “Apesar desses conceitos terem mudado ao longo dos anos, ainda há evidência de que esses papéis sexuais influenciam nossas ideias sobre quem tem direito a dar e receber prazer”, explica.

No Brasil, os dados disponíveis revelam um cenário diferente do das pesquisas estrangeiras, já que os resultados apontam para mais igualdade na prática, com uma atuação ligeiramente maior da população masculina. No levantamento chamado Mosaico 2.0, com três mil participantes entre 18 e 70 anos, divulgado este ano, 82,4% dos homens afirmaram fazer sexo oral em comparação a 77,6% das mulheres.
Para a psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora da pesquisa e do Prosex (Programa de Estudos em Sexualidade) da FMUSP (Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo), aspectos culturais e geográficos poderiam explicar a diferença dos padrões no comportamento sexual. Além disso, hábitos sexuais também ajudam a entender os resultados brasileiros. “A posição 69 é muito difundida e como nessa prática os dois fazem sexo oral ao mesmo tempo isso pode justificar termos números muito parecidos”, diz.

Menos frequência, maior prazer

No estudo canadense, apesar de oferecerem menos sexo oral, os homens revelaram apreciar muito mais dar esse prazer às mulheres do que o contrário. Apenas 28% das entrevistadas reportaram a prática como “muito prazerosa” enquanto 52% dos participantes do sexo masculino atribuíram esse mesmo status.
Para Jessica Wood, é preciso mais pesquisas para entender porque, mesmo não sentindo tanta vontade, as mulheres dão mais sexo oral e os homens, apesar de sentirem mais prazer, fazem menos. Com base em descobertas anteriores, a pesquisadora acredita que dificuldades na comunicação, como inibição para pedir oral para o parceiro, e preferências sexuais, como o jeito de fazer ou ficar confortável para receber, estão relacionadas a essas disparidades.

Visão negativa da vagina

A partir do preceito de que existem diferenças de gênero na prática do sexo oral, inclusive entre os jovens, a socióloga Ruth Lewis, da Universidade do Pacífico, na Califórnia (EUA), desenvolveu um estudo qualitativo com 71 participantes entre 16 e 18 anos. Tanto os meninos quanto as meninas apresentaram a percepção que fazer sexo oral em uma mulher é algo "mais complicado".
“O contato oral com a vulva e o pênis são vistos com diferentes custos e benefícios, com diferentes penalidades para a falta de reciprocidade”, diz Ruth. Muitos dos rapazes, além de acharem mais fácil para as garotas darem esse prazer, referiram-se à vagina de forma negativa em suas falas, usando palavras como “suja, nojenta e fedorenta”.
Mesmo com um discurso inicial de igualdade, demonstrando que receber e oferecer é justo, ficou claro que os jovens ainda percebem a prática como opcional para os homens e uma rotina quase obrigatória para as mulheres.
https://estilo.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2017/02/19/homens-no-mundo-fazem-menos-sexo-oral-mas-isso-nao-inclui-os-brasileiros.htm

Prefeitura de Barra Mansa inaugura quadra no Roselandia



Prefeito, primeira dama, vice-prefeita, secretários, vereadores e moradores do bairro prestigiaram o evento

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable inaugurou a quadra poliesportiva no bairro Roselandia na noite desta sexta-feira, dia 17. Participaram do evento a primeira dama Regina Borges Motta Costa, a vice-prefeita Fátima Lima, o deputado federal Deley de Oliveira, a secretária de Esportes Rose Vilela, vereadores, líderes comunitários e centenas de moradores. 

A quadra tem 730 metros quadrados e começou a ser construída em 2011, através de uma emenda de 2008 do deputado Deley, mas ficou parada por falta de pagamento. O prefeito Rodrigo Drable conseguiu que a construtora retomasse e concluísse as obras, mesmo com a pendência financeira, para finalmente entregar o espaço aos moradores do bairro. 

"Estou muito feliz de estar aqui e entregar essa quadra depois de tanto tempo de espera, mas não quero olhar para trás e apontar os erros do governo passado, quero olhar para a frente e fazer mais pela nossa cidade”, destacou o prefeito.

O deputado Deley comentou que as realizações do município dependem do comprometimento de todos com a população. "Estamos pegando uma cidade que precisa ser reconstruída e isso demanda tempo, e principalmente vontade política. Eu e todos os políticos que estão aqui nos comprometemos a trabalhar e respeitar o dinheiro da população de Barra Mansa".

A secretária Rose Vilela Comentou que vai trabalhar por novas conquistas para que o município se torne referência no país. "Fico muito satisfeita de estar com essa equipe trabalhando pela reconstrução de Barra Mansa, cidade que me recebeu com tanto carinho. Vou trabalhar com muito esforço para que essa cidade se torne referência nacional no esporte, lazer e juventude fazendo a população ter orgulho de morar aqui", afirmou. 

A inauguração contou ainda com partidas de futsal feminino e masculino, disputado por equipe do bairro Roselandia e também da professora Edimara, a apresentação de jazz do grupo de dança do Espaço DaniDance. 

sábado, fevereiro 18, 2017

Orientações para vacinação contra febre amarela


Quatro anos depois, Volta Redonda realiza conferência de Meio Ambiente


Ao fim do evento, o Conselho de Meio Ambiente, composto por membros dos governos municipal e estadual e sociedade civil, foi formado

Neste sábado, dia 18, Volta Redonda deu mais um passo em defesa das melhorias do meio ambiente no município. Às 8h teve início, no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biasi), a 4ª Conferência Municipal de Meio Ambiente. O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou da cerimônia de abertura e falou sobre a importância de tratar os assuntos relativos ao meio ambiente com a população. “Estamos com 49 dias à frente da prefeitura e promovendo aqui mais uma ação do nosso Plano de Governo. Desde 2013 que não havia uma conferência de Meio Ambiente e precisamos debater políticas públicas com a população”, afirmou Samuca.

Na entrada, os participantes receberam sementes de árvores para plantar. O secretário municipal de Meio Ambiente, Alfredo Peixoto, disse que esse é o primeiro de muitos eventos promovidos pela secretaria. “Não somos apenas um órgão fiscalizador, podemos fazer mais, juntos e esse é o primeiro passo”, garantiu.

“Dentre as demandas impostas pelo prefeito Samuca Silva está a questão dos recursos hídricos. Então podem ter certeza que a população pode contar com o Saae para melhorar a distribuição e captação de água em Volta Redonda”, acrescentou o diretor do Saae VR (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), Leonardo Vidal.

A conferência abordou o tema ‘Recursos Hídricos’ e contou com as seguintes palestras: Saneamento Ambiental e Saúde Pública, do professor da UFRRJ, dr. Alexandre Lioi; e Rios Urbanos – Patrimônios socioambientais em questão, o caso Paraíba do Sul, da professora da UGB, dr. Andrea Moreira, que vai apresentar esse trabalho na Universidade Colúmbia, em NY – USA.

Na parte da tarde, os participantes se reuniram em grupos para debater as seguintes temáticas: Tratamento de água e esgoto; Uso sustentável da água; Monitoramento do Rio Paraíba do Sul; Preservação de nascentes. Em seguida, foi eleito o Conselho de Meio Ambiente da cidade.

Central de Cursos com Inscrições Abertas


RotaPet Festival em Barra Mansa-RJ










CONVITE

            O Rotaract club Barra Mansa Alvorada em parceria com as ONGs “ATAN - Arca de Noé” e “APA Barra Mansa”, criou o “RotaPet Festival”, temos o imenso prazer em convidar você e toda sua família a participar do RotaPet Festival, onde teremos:
- Veterinários experientes
- vendas de camisas personalizadas das ONG's
-Tortas doce e salgada, salgados e refrigerantes
- animais para adoção consciente
- sorteio de brindes
- arrecadação de ração, produtos de limpeza, potes, casinhas, remédios, roupinhas e tudo que nossos animaizinhos precisam.
            E o mais legal é que tudo que conseguimos arrecadar será destinado para as ONG's, para pagar despesas com veterinários, medicamentos e ração.
            Venha participar, venha nos ajudar, venha nos conhecer!
            Seja um multiplicador de boas ações!
            Dia 18 de fevereiro de 2017, iniciando as 14:00 as 17:00, no Rotary, Rua Rotary n°54 - Bairro Ano Bom.

                                                              Contamos com a sua presença!!!!!!!!!!!

Evento em Volta Redonda-RJ


Fórum Municipal de Cultura Extraordinário onde aprovaram os cargos vacantes da sociedade civil que representarão o Conselho Municipal de Cultura


Na noite desta sexta-feira acompanhei o Fórum Municipal de Cultura Extraordinário onde aprovaram os cargos vacantes da sociedade civil que representarão o Conselho Municipal de Cultura.O evento ocorreu no Centro de Cultura Estações das Artes um dia após o evento Afro Saberes que ocorreu no mesmo local e também tive a oportunidade de acompanhar.

Os novos membros eleitos são dos seguimentos de dança, cultura popular e urbana, arte educadora, entidade cultural e patrimônio histórico-cultural.

Meu amigo e presidente do grupo Akai Maicon Fagundes foi eleito e o parabenizo. Já meu amigo Claudio Ricardo conseguiu o empate e por pouco também não o elegeu. Parabéns a todos os novos membros e ao demais companheiros que lutam pela difusão cultural no município..

Mutirão no Horto Florestal no bairro Água Cumprida em Barra Mansa na manhã de hoje

Mutirão no Horto Florestal no bairro Água Cumprida em Barra Mansa na manhã de hoje.
A união de todos está deixando o lugar lindo para visitação das famílias.
Parabéns para todos nós que doamos um pouco de trabalho voluntário para deixar nossa cidade mais bonita e com qualidade de vida !

















Começa ano Legislativo e prefeito de Volta Redonda participa da primeira sessão da Câmara

Mensagem do Executivo foi sobre o esforço do governo para contornar a grave crise financeira
A sessão de abertura do ano Legislativo, nesta quinta-feira, dia 16, teve a participação do prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, a convite dos próprios vereadores. No seu discurso, o prefeito voltou a dizer que vai manter o diálogo com a Casa Legislativa, respeitando a autonomia dos poderes, e fez um balanço dos 46 dias do governo, lembrando da dívida de R$ 805 milhões da prefeitura. E mais: ele sugeriu que questões partidárias e eleitoreiras fossem esquecidas em prol da população de Volta Redonda.
"Governo para população de Volta Redonda e não para um grupo político. Espero que a Câmara fiscalize as ações do executivo, e que os dois poderes, cada um com sua autonomia, caminhem unidos para o melhor da população", frisou o prefeito, que se comprometeu em sempre voltar à Câmara quando for convidado ou necessário, assim como receberá todos os vereadores no seu gabinete. "A minha relação com todos os vereadores é da maior cordialidade e de portas abertas", afirmou Samuca, que foi aplaudido ao final do discurso.
Uma das mensagens do Executivo à Câmara foi sobre a negociação de uma dívida de R$ 100 milhões com a Caixa Econômica Federal, referente ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) da Cohab (Companhia de Habitação de Volta Redonda). O valor equivale a metade da dívida da Cohab com o banco federal.  Assim, segundo o prefeito, Volta Redonda pode dar de garantia ao banco, o valor do Fundo de Participação do Município (FPM).
"Renegociando essa dívida e conseguindo também acertar a pendência da Cohab com a Receita Federal, poderemos tirar Volta Redonda do Cauc - uma espécie de SPC das prefeituras e poder assim, receber as verbas federais", explicou o Samuca Silva. 
A previsão é que a mensagem, que está em urgência e preferência, seja colocada em votação na próxima segunda-feira, dia 20. O assessor parlamentar do Governo Municipal, Mauricio Baptista, acredita que o Executivo não tenha dificuldade para aprovar a matéria. "É uma mensagem que beneficiará a cidade", afirmou.

CISMEPA se reúne em Volta Redonda para discutir o funcionamento do Hospital Regional


Sugestão é para que União e Estado custeiem 100% do funcionamento da unidade médica

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba (CISMEPA) se reuniu na manhã desta sexta-feira, dia 17, em Volta Redonda, para a prestação de contas do ano de 2016 e discutir o funcionamento do Hospital Regional do Médio Paraíba Zilda Arns. Participaram da reunião os prefeitos de Volta Redonda, Samuca Silva; de Barra Mansa, Rodrigo Drable; de Pinheiral, Ednardo Barbosa; de Resende, Diogo Balieiro; de Valença, Fernando Graça; de Rio Claro, Zé Osmar; de Barra do Pirai, Mário Esteves; de Pirai, Luiz Antônio – que também é presidente do consórcio, e o vice-prefeito de Porto Real, Ailton Marques, além de representantes de Itatiaia e Quatis.  

No encontro, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, sugeriu que todo o custeio do funcionamento do hospital seja feito pela União e pelo Governo Estadual. "Que a abertura do hospital seja feita de forma planejada e organizada. O custeio tem que ser 100% de governo federal e estadual porque a unidade é regional. Financeiramente, os municípios não têm condições para mantê-lo. Por estar em Volta Redonda, as pessoas me cobram na rua o não funcionamento do Hospital. Elas não sabem que é de responsabilidade de todos", disse Samuca Silva.

Hoje, para manter o hospital na sua capacidade máxima, há necessidade de um recurso mensal de R$ 15 milhões. O Ministério da Saúde, segundo o presidente do Consórcio, está disposto a arcar com 50% do custeio do funcionamento da unidade médica. Porém, não há uma previsão para participação do Governo do Estado.

Para isso, o consórcio marcará uma reunião com o secretário Estadual de Saúde, Luiz Antônio de Souza, o Luizinho, prevista para ocorrer na próxima quinta-feira, dia 23, na cidade de Piraí. A princípio, segundo definiu o consórcio, seria feita apenas os exames de imagem e, em seguida, os de oftalmologia.

Outro ponto abordado por Samuca Silva foi a definição do modelo de gestão e quem comandará a unidade de saúde: “Não escondo de ninguém que defendo uma direção técnica e não política partidária para que a população não seja prejudicada com preferências de atendimentos”, ressaltou o prefeito de Volta Redonda, que foi apoiado pelos demais chefes do Executivo do Sul Fluminense. 

Durante o encontro, o consórcio definiu um prazo até final de março para que todas as ambulâncias do SAMU estejam funcionando no Sul Fluminense. Segundo o consórcio, hoje há 20 veículos, dos quais quatro estão parados. 

“A média de atendimento no ano passado chegou a marca de dois mil, entre remoção em vias públicas, acidentes e atendimento residencial”, disse o presidente do Consórcio Intermunicipal, Luiz Antônio Neves, prefeito de Piraí. Atualmente, a central de atendimento telefônico do SAMU está em Volta Redonda e conta com 98 médicos para atender os municípios, fazendo um plantão de 12 horas, segundo dados do consórcio.

Começa o Carnaval na Fundação Beatriz Gama


Casa abre as portas para a comunidade e recebe visita do
prefeito Samuca Silva
Os 30 acolhidos da Fundação Beatriz Gama, em Volta Redonda, vestiram nesta sexta-feira, dia 17, a fantasia da alegria. De portas abertas também para a comunidade, a fundação recebeu cerca de 150 pessoas para o ‘Grito de Carnaval’, organizado pela casa. O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, compareceu e aproveitou para falar da alegria de poder estar de volta à fundação. “Minha mãe trabalhou aqui e se aposentou pela Fundação Beatriz Gama. É uma alegria estar aqui e poder afirmar que vamos retomar a atuação da fundação na comunidade”, disse, abrindo oficialmente o Carnaval na casa.   
As marchinhas da festa de Momo embalaram a festa. A quadra da fundação estava toda decorada com confetes e serpentinas. Entre as atrações estavam os ‘Meninos do Batuque’ – formado por estudantes da Escola Estadual Toninho Marques; e as crianças também se divertiram com a performance do Homem Aranha e do Homem de Ferro. Os participantes ganharam cachorro quente, pipoca, algodão doce, picolé e refrigerante. “Eu amo carnaval”, declarou um dos acolhidos.
O objetivo da festa, de acordo com a diretora presidente da Fundação Beatriz Gama, Cláudia Dornellas, é proporcionar um entretenimento cultural às crianças. “Essa é a primeira festa de carnaval dessa gestão e estamos muito felizes em poder abrir as portas para a comunidade. Nosso compromisso é fazer dessa fundação um lugar ainda melhor”, afirmou Cláudia.
A festividade foi a melhor forma da dona de casa, Tamires da Silva, mostrar aos quatro filhos o lugar onde viveu grande parte da sua vida. “Eu morei aqui e queria mostrar aos meus filhos como este lugar é especial. A festa está linda e estamos gostando muito”, comentou.

Prefeitura de Barra Mansa realiza mutirão de limpeza no horto florestal



Horto tem capacidade de produzir mais de 300 mil mudas por ano para reflorestamento 

A prefeitura de Barra Mansa convida a população para o mutirão de limpeza do Horto Municipal de Barra Mansa, neste sábado, a partir das 7h30. O horto fica no bairro Água Comprida e tem aproximadamente 22 mil metros quadrados de área verde, onde, em pleno funcionamento, são produzidas mais de 300 mil mudas de espécies diversas para serem utilizadas em ações de educação ambiental e reflorestamento de áreas degradadas do município. 

O objetivo da ação é recuperar uma das áreas verdes mais importantes de Barra Mansa, com capacidade para mudar a cobertura florestal da cidade e receber visitas dos estudantes da rede pública e privada.

 "Teremos muito trabalho e precisamos da presença e da boa vontade de todos para ver Barra Mansa sendo reconstruída", disse Rodrigo Drable.       

A prefeitura pede a quem quiser participar do mutirão que leve seus objetos de segurança e proteção individual, como bota, luva, protetor solar, boné ou chapéu e óculos de segurança. O horto fica na estrada Vila Nova X Santa Rita de Cássia, no bairro Água Comprida.   

Recuperação do horto

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Cláudio Cruz, além da limpeza da área, será necessário um trabalho de recuperação desde a sede administrativa do horto até a parte florestal, que se encontram em completo estado de abandono. “Serão necessários trabalhos de reforma, recuperação das estufas produtoras de mudas que estão totalmente danificadas, limpeza e poda. Precisamos da união de todos os setores da prefeitura e também da sociedade para que possamos reativar o horto”.

Cláudio Cruz destacou que será muito importante nesse processo de recuperação o acompanhamento de especialistas ambientais para que toda a espécie nativa seja preservada. “Vamos fazer um trabalho cuidadoso, com biólogos acompanhando o serviço, para que não seja retirada nenhuma planta importante e para preservar a identidade do horto”, revelou.

O gerente de Meio Ambiente, Douglas Muniz, falou sobre a importância das duas estufas que foram adquiridas em 2008, que tem como objetivo permitir que as mudas se adaptem ao meio ambiente antes do plantio. “As estufas foram construídas para produzir mudas destinadas ao reflorestamento e que também seriam utilizadas no controle de erosão dos rios no município. Precisamos recuperar essas áreas e voltar a produzir”, destacou.
 

Secretário de Desenvolvimento Econômico recebe CREA-RJ


Conselho de Engenharia quer firmar parceria com Prefeitura de Volta Redonda

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Joselito Magalhães, recebeu na tarde desta sexta-feira, dia 17,no Palácio 17 de Julho, o diretor presidente do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) do Rio de Janeiro, Reynaldo Barros; a coordenadora de Marketing e Comunicação do órgão, Lilia Costa, além de conselheiros da entidade.  A visita foi para possíveis novas parcerias entre o município e o órgão.

Durante o encontro, o secretário disse que, para vencer a crise que afeta o estado, os municípios têm que buscar novas parcerias em projetos, e que nos 47 dias da nova administração municipal, o poder público vem buscando destravar o ambiente de negócios, visando tornar mais ágil a abertura de novas empresas na cidade:

“Nós estamos trabalhando para melhorar e ampliar o ambiente de negócios para atrair empresas e gerar empregos. O município tinha uma rotina pesada, com demora na tramitação e liberação do pedido de alvarás. Nesses 47 dias estamos desenvolvendo uma nova estruturação,  já conseguimos tornar o alvará mais fácil para a geração de novos negócios porque acreditamos que este é o caminho e poderemos trabalhar juntos nessa parceria”, comentou Joselito Magalhães.

Em menos de dois meses, foram abertas 98 empresas na cidade – totalizando em torno de 300 empregos diretos. E ainda: a empresa Vivo anunciou um investimento na cidade que vai criar outros 200 postos de trabalho. Além disso, uma empresa de Call Center vai começar a funcionar na cidade até abril deste ano, criando outros 500 empregos. A CSN também anunciou a contração de 400 trabalhadores. Totalizando, assim, 1,4 mil empregos diretos na cidade. 

“Em março, o Creia estará participando de uma rodada de negócios que acontecerá no município. A nossa visita faz parte das ações do gabinete itinerante, onde elaboraram uma escala de três dias para visitar prefeituras, empresas, áreas acadêmicas, visando programas de valorização de profissionais da engenharia e técnicos”, explicou o presidente do Creia. 

Baile de Máscaras tem a participação de cerca de 300 idosos



Atividade encerrou a programação da Semana do Idoso: Envelhecimento com Vida Saudável

O Centro de Lazer Feliz da Vida, no bairro Santa Rosa, em Barra Mansa, sediou na tarde desta sexta-feira, dia 17, o Baile de Máscaras, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Convivência do Idoso. A atividade encerrou a programação de atividades voltadas para a terceira idade, desenvolvida ao longo da semana.

O prefeito do município, Rodrigo Drable, prestigiou o evento. Ao lado do deputado federal Deley de Oliveira e do presidente da Associação de Aposentados de Volta Redonda, Ubirajara Vaz, disse da importância de reconstruir Barra Mansa. “Estamos trabalhando para tornar nossa cidade referência em atendimento aos idosos. Este é o momento de somarmos forças para que as duas cidades possam crescer”, destacou.

Rodrigo destacou ainda que vai colocar a cidade no eixo. “Não dá para administrar um município sem colocar ordem na casa”, ressaltou o chefe do Executivo, agradecendo ao deputado Deley de Oliveira pelas emendas no Orçamento da União destinadas à Barra Mansa.

Deley salientou o trabalho incansável de Rodrigo Drable para recuperar Barra Mansa. “Tenho sido testemunha da dedicação do prefeito para tirar o município da situação de dívida e de completa irresponsabilidade herdada do governo anterior”.

O presidente da AAPVR, Ubirajara Vaz, reafirmou seu compromisso em implementar ações no município que impactem positivamente na qualidade de vida do idoso.

O Baile de Máscaras também contou com a participação da primeira dama, Regina Motta Costa; da vice-prefeita, Fátima Lima; da coordenadora do Cemae (Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado); da secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Ruth Coutinho e dos vereadores Wellington Pires e Elias Barbosa Romeiro, o Elias do Corbama.

ANIMAÇÃO
Ao som de marchinhas de Carnaval, os idosos esbanjaram alegria e descontração. Maria Aparecida de Paula, 63 anos, moradora do bairro Boa Sorte, disse que esqueceu suas dores na coluna para brincar no Baile de Máscaras. “Estou adorando. Esse é meu remédio”. Hernani Panza, 71 anos, do Jardim Boa Vista, avaliou que todo homem da terceira idade deveria participar de eventos como este. “É a oportunidade de descobrir o lado bom da vida ao envelhecer”.

O coordenador do Centro de Convivência do Centro do Idoso, Eduardo Pimentel, e a secretária de Esporte, Juventude e Lazer, Rose Vilela, fizeram uma avaliação das atividades. “Os idosos foram bastante receptivos nos PSFs, onde através dos Nasf (Núcleo de Apoio à Saúde da Família), fizemos palestras, aferimos pressão arterial e glicose e distribuímos a cartilha para a terceira idade e também para os cuidadores dos idosos. O Baile de Máscaras encerrou esse ciclo de atividades com muita alegria e lazer para os nossos idosos”, concluíram.