English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, julho 13, 2016

Paralimpíadas: Equipe da China fará treinamento em Volta Redonda

Representantes da delegação da China assinaram na manhã desta terça-feira (12) um contrato com o Clube dos Funcionários da CSN (CFCSN) para que atletas paralímpicos do país possam utilizar as instalações do local para se aclimatar para a competição. Mais de 50 chineses, entre atletas, técnicos e oficiais, devem chegar a Volta Redonda no dia 22 de agosto, permanecendo até o dia 30 do mesmo mês.
Pelo contrato firmado, os treinamentos serão feitos no Ginásio do Clube dos Funcionários e na Área Verde da Pet, além da Arena Esportiva, que está em fase final de construção no bairro Voldac. A delegação ficará hospedada no Hotel Bela Vista, que irá disponibilizar um cardápio voltado à culinária chinesa. A equipe que cuida da alimentação dos atletas trabalhará em conjunto com os profissionais do hotel. A parceria entre o Hotel Bela Vista e o Clube dos Funcionários ofertará ainda um acesso exclusivo dos atletas através de uma escadaria que dará acesso as acomodações do hotel.
Além da delegação chinesa, o clube receberá ainda a delegação da Mongólia, que já assinou o contrato e irá chegar a Volta Redonda no próximo dia 22, permanecendo até o dia 16 de agosto. Aproximadamente 100 mongóis, vão disputar as modalidades de Boxe, Luta Olímpica e Tiro com arco nas Olimpíadas 2016.
Visita à Arena Esportiva
Após a assinatura do contrato, os representantes da delegação visitaram a Arena Esportiva, acompanhados da secretária municipal de Esporte e Lazer, Rose Vilela; o vice-prefeito Carlos Roberto Paiva; e o presidente do Clube dos Funcionários, Evandro Ruy da Costa Lima e Marcelo Maracajá, responsável pelo contato com as delegações olímpicas.
Arena Esportiva de Volta Redonda está em fase final de construção e foi visitada pelos representantes da delegação chinesa (Foto: Divulgação PMVR)
Arena Esportiva de Volta Redonda está em fase final de construção e foi visitada pelos representantes da delegação chinesa (Foto: Divulgação PMVR)
– Eles gostaram muito do que viram e receberam a garantia do prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB) – que os recebeu no Gabinete – que as obras estarão prontas a tempo para receber bem os atletas chineses que vão disputar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio 2016 – disse a secretária municipal de Esporte e Lazer.
– Isto é fruto de um trabalho que iniciamos em 2013, quando inscrevemos Volta Redonda junto ao Comitê Organizador Rio 2016, elencando todas as instalações esportivas da cidade – públicas e particulares – além da estrutura de hotéis, restaurantes e comércio em geral, buscando atrair delegações para se aclimatar aqui. A cidade acabou entrando no Caderno Olímpico, como uma das recomendadas para receber as delegações. E agora estamos vendo os frutos deste trabalho – afirmou Rose, completando que os chineses estão convencidos que o município tem todas as condições estruturais fundamentais para receber a delegação.
Evandro Ruy também comentou sobre a importância da estadia das delegações internacionais em Volta Redonda.
– Além da oportunidade única da integração de duas culturas tão diferentes, esta passagem das delegações será uma grande oportunidade para que os associados, e principalmente os atletas do clube, tenham a chance de conviver e observar atletas de alto rendimento se preparando para uma olimpíada, o que será sem dúvida uma motivação enorme ao mesmo tempo em que gerará momentos inesquecíveis – destacou.
Já Maracajá disse que a estrutura oferecida pelo Clube dos Funcionários, a parceria e proximidade com o Hotel Bela Vista, bem como o pacote de serviços nos treinamentos dos atletas, foram fatores decisivos para atrair as delegações da China e da Mongólia.
– Além de apresentar aos sócios modalidades não tão conhecidas em nosso dia a dia, (a presença de) atletas de ponta com chances reais de medalhas nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos irão gerar grande visibilidade nacional e internacional. A qualidade do pré-treinamento realizado pode influenciar diretamente nas conquistas destes atletas nos jogos Rio 2016. Toda estrutura segue os padrões olímpicos e equipamentos top de linha serão utilizados visando oferecer as melhores condições nos treinamentos. Neste nível de rendimento os pequenos detalhes influenciam diretamente resultados – enalteceu.
As negociações do contrato entre a delegação e o Clube foram feitas pela empresa Pre Games Services (PGS) no Rio de Janeiro, representada na ocasião por Pedro Faria. Os representantes da delegação, que estavam auxiliados por uma tradutora, comentaram sobre a parceria China e Brasil na economia e agora no esporte.
– O Brasil é o maior parceiro da China na América Latina, sempre tivemos uma boa negociação com o país em diversas áreas e agora estamos criando essa parceria no esporte – destacaram.
O vice-prefeito Paiva disse que o município já é reconhecido como a “Cidade do Esporte”, e lembrou que além das delegações, Volta Redonda ainda receberá a tocha olímpica, sendo a única da região que terá 50 condutores.
– Volta Redonda já é reconhecida como a cidade do esporte e oferece uma estrutura aos atletas como a Arena Esportiva. Além dessa conquista para o município, tivemos outra que será a passagem da tocha olímpica no dia 22 deste mês – falou.
A arena
A Arena Esportiva de Volta Redonda é uma obra fruto de uma parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, através do Programa Somando Forças, com um investimento de R$ 18 milhões. A arena vai abrigar competições oficiais de corrida (diversas modalidades), salto em altura, salto triplo, arremesso de peso, salto com vara, e lançamentos de dardos, de disco e de martelo.
A arena inclui prédio administrativo, arquibancada para 2,5 mil pessoas (com cobertura parcial), pista de atletismo com medidas oficias internacionais, homologada pela CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), pista para aquecimento, e vestiários. Todo o complexo tem total acessibilidade. A exemplo do que ocorre no Estádio Raulino de Oliveira, o Estádio da Cidadania, o espaço embaixo das arquibancadas será aproveitado para a implantação de serviços de saúde e sociais, como uma academia para terceira idade, entre outros. A Arena Esportiva já teve o seu teste com a realização de uma etapa de atletismo dos Jogos Estudantis e da Olimpede 2016.http://diariodovale.com.br/tempo-real/paralimpiadas-equipe-da-china-fara-treinamento-em-volta-redonda/