English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, fevereiro 07, 2017

O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable (PMDB) e o deputado federal, Delei de Oliveira (PTB), conseguiram nesta terça-feira, dia 7, a liberação de R$ 9 milhões junto ao Ministério dos Transportes para continuação das obras de readequação ferroviária de Barra Mansa

Pátio de Manobras



Prefeito e deputado estiveram nesta terça-feira com secretário do Ministério dos Transportes, em Brasília, para solicitar liberação dos recursos

   
O prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable (PMDB) e o deputado federal, Delei de Oliveira (PTB), conseguiram nesta terça-feira, dia 7, a liberação de R$ 9 milhões junto ao Ministério dos Transportes para continuação das obras de readequação ferroviária de Barra Mansa. A informação do prefeito foi confirmada após reunião com o secretário Executivo no Ministério dos Transportes, Fernando Fortes, agendada pelo deputado e realizada no gabinete do ministério, em Brasília. “O Deley tem sido importante nesse processo. Tem nos acompanhado nas reuniões e facilitado o acesso ao ministério dos transportes. Estarei engajado em ajudar a solucionar o entrave que há anos impede o prosseguimento da obra”, disse o prefeito.
Os recursos foram incluídos ainda no Orçamento de 2017 para continuidade das obras que atualmente estão paralisadas por ação do Ministério Público Federal. O MP busca atender aos pedidos dos moradores das casas localizadas atrás do Fórum e que terão que ser derrubadas para a construção de uma via e uma ponte que permitirá desafogar o trânsito do Centro da cidade.
O deputado federal Delei de Oliveira explicou que o prefeito agora está aguardando uma reunião com o Ministério Público Federal para encontrar caminhos para um acordo e solucionar o problema. “Temos que atender ao anseio do Ministério Público, e, principalmente, aos interesses dos moradores da cidade para resolver a questão definitivamente”, ressaltou o deputado.