English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, fevereiro 22, 2017

Prefeitura apresenta projeto ‘Tarifa Comercial Zero’ para comerciantes da Amaral Peixoto



A prefeitura de Volta Redonda realizou uma reunião no fim da tarde desta segunda-feira, dia 20, para apresentar a um grupo de comerciantes da Avenida Amaral Peixoto o projeto de implantação da ‘Tarifa Comercial Zero’ e do corredor circular de ônibus, que vai integrar os quatro centros comerciais da cidade: Amaral Peixoto, Vila Santa Cecília, Aterrado e Retiro. Participaram da reunião, o vice-prefeito e secretário municipal de Ações Comunitárias, Maycon Abrantes; o secretario municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães; o representante da Suser (Superintendência de Serviços Rodoviários), Wellington Silva; e o presidente da CDL de Volta Redonda, Adriano Santos.  

A principal intenção do projeto é gerar mais mobilidade e fluidez no trânsito. Na primeira etapa, o corredor circular de ônibus será implantado no lado direito da Avenida Amaral Peixoto e os pontos de táxi serão remanejados para as transversais da avenida. “Nossa intenção é ter mais pessoas nos centros comerciais. A ação vai contribuir para isso”, contou o Maycon.  

Para Wellington, Volta Redonda tem potencial de se tornar referencial em transporte público e desenvolvimento. “Quantas pessoas deixam ir aos centros comerciais porque não tem um ônibus que atenda as suas necessidades? Temos que nos manter com a mente aberta para as mudanças”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo frisou que o ‘Tarifa Comercial Zero’ é um projeto que prioriza os centros comerciais. “O nosso negócio é que o público chegue aos centros comerciais. Do jeito que está o nosso trânsito hoje, cada vez mais vamos ter mais dificuldades de fazer isso”, disse.

“A Suser ouvir os lojistas já é um diferencial desse projeto. São mudanças que realmente estão sendo promovidas através do diálogo e isso é muito importante, porque dá oportunidade de quem vivencia o dia a dia da cidade poder dar a sua opinião. Eu acredito muito no projeto que foi proposto em campanha e ele já está sendo desenvolvido. Então eu vejo isso com bons olhos”, declarou o presidente da CDL de Volta Redonda.