English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, junho 23, 2017

Samuca Silva visita EPTC e apoia parceria entre Estado do Rio e Fundação CSN

Samuca Silva visita EPTC e apoia parceria entre Estado do Rio e Fundação CSN
Prédio da Escola Técnica pode receber cursos do Cederj e do IFRJ

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, visitou na tarde desta sexta-feira, dia 23, a Escola Técnica Pandiá Calogeras (ETPC), junto com o presidente do Cederj (Centro de Educação Superior à Distância do Estado do Rio), Carlos Eduardo Bielschowsky, e o deputado federal, Celso Pansera. Eles, que foram recebidos pela direção da escola, discutiram a possibilidade do uso do prédio da ETPC para instalar novas turmas do Cederj e do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). A parceria seria entre o Governo do Estado e a Fundação CSN.

“Precisamos investir na formação de mão de obra para atrairmos ainda mais empresas para Volta Redonda. Quero ser um incentivador dessa parceria entre o estado e a Fundação CSN”, disse o prefeito Samuca Silva, que foi acompanhado pelo secretário municipal de Planejamento, Júlio Andrade; o de Administração, Carlos Rosa; além do presidente da Empresa de Processamento de Dados (EPD), Mateus Moreira Cruz.

Samuca lembrou que foi criado, neste ano, o Fórum Regional de Desenvolvimento Econômico do Sul Fluminense e afirmou que não acabe mais pensar no Desenvolvimento Econômico individualmente. "Por isso que criamos o fórum. Uma empresa instalada em Volta Redonda, por exemplo, pode ajudar a cidade de Resende e vice-versa”.

O deputado federal concordou e complementou: “Sabemos que o Estado do Rio de Janeiro está passando por crise. Porém, é nesse momento que devemos rever as estratégicas econômicas. Investir mais em tecnologia e depender menos do petróleo”.

Pensando da mesma maneira, o prefeito vem incentivando o uso da tecnologia no Desenvolvimento Econômico. “Realizamos o primeiro concurso de startups em Volta Redonda, onde reunimos jovens com ideias inovadoras de toda região”, afirmou ele. A prefeitura lançou o Fórum das Universidades de Volta Redonda, em parceiras com as instituições de ensino: UFF, Unifoa, UBM, UGB, FASF e IFRJ.

Samuca citou ainda o estudo da possibilidade do primeiro Museu Tecnológico da América Latina. “Só há dois no mundo: um nos Estados Unidos e outro no Reino Unido. Em Volta Redonda, um colecionador ofereceu ao município um acervo de 300 computadores (todos funcionando) de várias épocas”, disse. 

Retomada do crescimento

Pelo terceiro mês consecutivo, Volta Redonda teve saldo positivo no mercado de trabalho. Foram 268 novos empregos com carteira assinada, resultando de 1.692 admissões e 1.424 demissões. Os dados são do Cadastro Geral de Empregos e Desemprego (Caged), do Ministério do Trabalho. No mesmo período, em 2016, o saldo dos cinco primeiros meses foi negativo, totalizando o fechamento de 3.921 postos de trabalho.