English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sexta-feira, junho 23, 2017

Secretaria da Mulher realiza workshop para representantes da segurança pública de Volta Redonda

Secretaria da Mulher realiza workshop para representantes da segurança pública de Volta Redonda
Comandante da GM participou do evento

A secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres de Volta Redonda realizou nesta sexta-feira, dia 23, o primeiro workshop: Construção Coletiva para o Enfrentamento à Violência contra a Mulher: Um Novo Olhar. O evento contou com a participação do comandante da Guarda Municipal, Paulo Henrique Dalboni, representantes da DEAM e da Polícia Militar. O objetivo do evento foi direcionar e atribuir um olhar distinto no que diz respeito ao tratamento da violência contra as mulheres que buscam o apoio das instituições públicas.

De acordo com a secretária municipal de Políticas Públicas, Dayse Penna, apresentar os serviços aos representantes da segurança pública no município, já é um grande passo. “Esse evento tem como objetivo atrair o olhar das autoridades para a violência contra a mulher. A mulher precisa saber dos serviços que prestamos e que aqui ela será acolhida e amparada. É muito importante divulgar isso para todos. Principalmente, para a mulher de nossa cidade”, enfatizou Dayse.  

Fortalecer e dar apoio foi um dos pontos debatidos no encontro. Segundo o comandante da Guarda Municipal, Paulo Henrique Dalboni, cada instituição deve colaborar e capacitar para agregar à luta contra violência. “Sabemos do momento em que se encontra as instituições. Existe um relatório do Ciosp que revela que vários casos de agressão, a vítima tem medo ou simplesmente não denuncia. Estamos trabalhando para melhorar isso, e cada local tem sua importância. Vamos criar mais uma patrulha para assegurar e melhorar esse atendimento a mulher”, contou Dalboni.
Para Rosali Soares, presidente do Conselho Comunitário de Segurança, o workshop foi muito válido. “As instituições precisam trabalhar juntas para prestar um apoio maior às vítimas. Os serviços devem ser divulgados e atender ao máximo de pessoas que puder. Precisamos nos unir”, enfatizou Rosali.