English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quinta-feira, junho 08, 2017

Suser ouve moradores do São Cristóvão

Suser ouve moradores do São Cristóvão
População pede mudança de itinerário, mais uma linha de ônibus e redução da quantidade de pontos de ônibus

O diretor-presidente da Suser (Superintendência dos Serviços Rodoviários) de Volta Redonda, Wellington Nascimento Silva, esteve reunido na noite da última terça-feira, dia 06, com a diretoria da associação de moradores no bairro São Cristóvão. O objetivo foi abrir um canal de diálogo entre o poder público e a comunidade. “Estamos aqui para ouvir as reivindicações dos moradores do bairro e buscar soluções no que diz respeito ao transporte coletivo que atende o bairro”, afirmou Wellington, que recebeu um abaixo assinado com mais de 500 assinaturas.

O encontro aconteceu no auditório Idonis Batista da Silva, no CRAS(Centro de Referência e Assistência Social) Sérgio Manga. O bairro, segundo os moradores, é servido apenas por uma linha municipal de transporte, que circula de 45 em 45 minutos. A linha tem ponto final na Rua Araraquara e faz o itinerário São Cristóvão-Vila Santa Cecília-Aterrado-Jardim Amália e retorno ao São Cristóvão. Os moradores solicitam a extensão da linha da Vila Santa Cecília até o Conforto para atender pacientes que vão às consultas no Cais Conforto e aos estudantes da Escola Municipal Themis de Almeida Vieira e Colégio Estadual Presidente Roosevelt. Alguns solicitaram também a passagem do ônibus na Rua Gustavo Lira, antes de seguir para o Aterrado.
No abaixo assinado entregue pelo diretor da associação, Ronilson Kozlowski de Azevedo, foram realizadas diversas reivindicações, entre elas a transformação da Rua Piracicaba em mão única; tirar o trajeto do ônibus da Rua Araraquara, entre outros. Outro pedido dos moradores, durante a reunião, é que mais uma linha de ônibus, a Linha 110 - que atende o bairro São Carlos -possa entrar e sair do bairro com um novo itinerário alongado. A demarcação da carga e descarga é outro item reivindicado. “Minha esposa tem duas próteses na coluna e mais duas nos dois joelhos e não consegue descer a Rua Piracicaba para pegar o ônibus no ponto de baixo”, comentou o aposentado Edson dos Reis, de 75 anos.
Wellington garantiu a presença da equipe no bairro para um estudo de todas as reivindicações. A visita técnica está prevista para a próxima terça-feira, dia 13.  “Qualquer demanda, procure a gente que teremos o maior carinho e atenção no atendimento. A Suser é o local certo para as pessoas fazerem as reclamações e não as empresas de ônibus”, disse o diretor-presidente aos moradores.