English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sábado, julho 29, 2017

11ª Conferência Municipal de Saúde acontece em Volta Redonda


Evento reuniu cerca de 300 pessoas e serviu para definir metas para os próximos quatro anos


A abertura da 11ª Conferência Municipal de Saúde de Volta Redonda, realizada nos dias 28 e 29 (sexta e sábado), no auditório da UGB (Centro Universitário Geraldo Di Biasi) contou com a abertura do prefeito Samuca Silva; do secretário municipal de Ação Comunitária e vice-prefeito, Maycon Abrantes; e do secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto. O principal objetivo do evento foi a aprovação do Plano Municipal de Saúde. O secretário de Planejamento de Volta Redonda, Júlio Cesar de Abreu, foi um dos convidados para falar do planejamento das ações para a área de Saúde, com adequação ao orçamento. Cerca de 300 pessoas participaram da conferência.

Samuca Silva agradeceu a atuação do Conselho de Saúde e reforçou o compromisso de priorizar a Saúde em seu governo. “Eu acreditava que Volta Redonda tivesse uma saúde de referência, mas não tem. E esse governo está preparando a base para esse grande avanço nesse setor. Nossa mudança está sendo realizada com responsabilidade e com planejamento. Nós já retomamos as obras no Hospital do Retiro; conseguimos unir os dois maiores hospitais de Volta Redonda: Hospital São João Batista e Hospital do Retiro. Nós temos graves problemas financeiros, mas vamos continuar investindo na Saúde, que é nossa prioridade de governo”, enfatizou o prefeito.    

Durante a abertura da conferência, Samuca também fez um anúncio importante para Volta Redonda. “Aproveito para anunciar o lançamento da minha candidatura ao Consórcio Municipal de Saúde, pois Volta Redonda sofre com a falta de atendimento. Na próxima reunião do consórcio eu vou anunciar, oficialmente, para 12 municípios que participam da reunião”, destacou.

O secretário de Saúde  destacou a importância da conferência para a cidade. “O objetivo desta conferência é transformar o atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde) e com o esforço de todos nós vamos conseguir. Eu agradeço o carinho de todas as equipes envolvidas nessa conferência. Podem ter certeza que estamos focados em fazer de tudo para que a saúde de Volta Redonda seja a melhor do estado”, frisou Alfredo.

No primeiro dia de conferência (sexta, dia 28), o tema foi ‘Promover o cuidado integral às pessoas na Rede de Atenção à Saúde, com garantia de financiamento sustentável para o SUS’. A palestrante foi Roseni Pinheiro, que é professora associada do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Entre os assuntos abordados estava o aprimoramento das redes de atenção e da promoção do cuidado integral às pessoas nos vários ciclos de vida.

Na parte da manhã do segundo dia da conferência, participantes foram divididos em grupos. Este foi o momento de indicar as propostas para a Saúde. Na parte da tarde foi realizada uma plenária. Todos retornaram para o auditório, onde aconteceu a leitura e votação de todas as propostas sugeridas nos grupos.
O aposentado José Carlos de Oliveira é tesoureiro na associação de moradores do bairro Coqueiros e também faz parte do conselho gestor de saúde da UBSF de seu bairro. “Toda conferência tem uma proposta de melhoria e deve ouvir as opiniões das pessoas. Eu participo para ouvir, aprender e para dar minha opinião também”, disse.

A parte social do evento ficou por conta da apresentação do grupo Meninos do Batuque. O grupo é formado por jovens, que utilizam instrumentos elaborados a partir de materiais recicláveis.