English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

sábado, julho 01, 2017

Assistentes sociais da Smac participam de oficina promovida pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Evento pretende contribuir com a melhoria da agenda municipal da segurança alimentar e nutricional, em consonância com a nacional

As assistentes sociais Liliane Rocha Ribeiro e Raquel Marques Coutinho, ambas do Departamento de Avaliação de Serviços e Sistemas, responsáveis pela agenda da segurança alimentar e nutricional da Smac participaram, nessa quinta e sexta-feira (dias 29 e 30), em São Paulo, de uma oficina promovida pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN). É por meio do SISAN que o poder público, com a participação da sociedade civil organizada, formula e implementa políticas, planos, programas e ações visando assegurar o direito à alimentação adequada.
O evento foi conduzido por profissionais do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) e contou com a participação de representantes da sociedade civil ligados aos conselhos municipais de segurança alimentar e a área da política de segurança alimentar e nutricional da região sudeste. Entre os temas abordados na oficina estão: "As ações de Segurança alimentar e nutricional desenvolvidas nos territórios"; "Situação atual do SISAN, desafios e perspectivas para o futuro" e "A importância do SUAS para o SISAN na realidade dos territórios".

Vários grupos de trabalho e plenárias foram formados para o amplo debate e reflexões sobre os desafios na região sudeste. Volta Redonda fez a adesão ao SISAN em agosto do ano passado e só agora irá implantar o sistema, que visa o reordenamento do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional (CAISAN).

Maycon Abrantes, vice-prefeito e secretário de Ação Comunitária, que vem acompanhando as atividades do departamento, afirmou que a oficina trará elementos para reorganizar o trabalho no município: “A questão referente à Segurança Alimentar e Nutricional, apesar de vinculada diretamente à política de Assistência Social, envolve todas as políticas setoriais do município, bem como à sociedade civil, pois consiste na garantia do direito e acesso de todos e todas à alimentação de qualidade e em quantidade adequados”, disse.

A diretora do departamento de Avaliação de Serviços e Sistemas da SMAC Liliane Rocha Ribeiro Acredita que o encontro proporcionará o reordenamento da Segurança Alimentar e Nutricional no município: “Vamos fomentar o diálogo com a sociedade civil e os gestores para a implementação do SISAN no município e articular, principalmente, as políticas de Assistência Social, saúde e educação. Com a sociedade civil, pretendemos romper as ações assistencialistas e trabalhar as práticas alimentares, que podem e devem influenciar a esfera política na luta por alimentos saudáveis. Comer é um ato político”.