English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

quarta-feira, julho 05, 2017

CONFIAR AMPLIA OFICINAS E VAI ATENDER MAIS 120 ALUNOS



Curso de fotografia passa a integrar programação da Fundação e contemplará 60 novos jovens

Mais cento e vinte jovens serão inclusos nas oficinas do Conselho Fundacional para a Infância e a Adolescência de Resende (CONFIAR). A partir do dia 1 de agosto, a autarquia expandirá em 10% o número de alunos das seis oficinas existentes: Auxiliar de Sala de Aula, Recreador de Creche, Empreendedor Social, Guarda Aprendiz, Educação Ambiental e Noções Administrativas. São 50 vagas para cada oficina.

Além da novidade, o Confiar também abrirá um curso voltado para fotografia. Durante duas vezes na semana, as aulas ocorrerão na sede da entidade, através de um aprendizado teórico, e nos outros três dias, os estudantes farão atividades práticas por meio de estágio nas escolas municipais. No total, serão 60 jovens divididos no período da manhã e da tarde que desenvolverão ações em seu contraturno escolar.

Na manhã desta terça-feira, dia 4, foi realizada uma reunião com os pais e responsáveis dos alunos selecionados. A presidente da Fundação, Miriam Rezende Dezoto, conta que a abertura desta oficina foi uma determinação do prefeito Diogo Balieiro Diniz, visando oferecer mais uma atividade para os adolescentes.

- Abrir mais esta oficina é, sem dúvidas, uma alegria enorme para todos do Confiar. Hoje temos uma lista de espera com mais de 800 adolescentes, no qual seus pais ou responsáveis verificam periodicamente se já chegou a vez de seu filho. A inclusão desses jovens é uma conquista dessa administração que vem se esforçando muito para garantir que esse público realize atividades no horário em que não estejam na escola – reforça a presidente da Fundação, Miriam Dezoto.

Os adolescentes selecionados com idade entre 14 e 17 anos, precisam estar matriculados e frequentando regularmente uma escola pública. Os beneficiados receberão mensalmente uma bolsa-auxílio no valor de R$ 150,00, além de vale-transporte e uniforme. As oficinas, com três horas diárias, visam iniciar os adolescentes no mundo do trabalho e prepará-los para futuros desafios.

- Para isso também trabalhamos temas universais com os aprendizes como cidadania, saúde e trabalho em equipe, além de orientá-los com relação à oratória e disciplina – finaliza a presidente.