English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, julho 04, 2017

Projeto de readequação ferroviária é debatido entre CODEC BM e prefeitura



O secretário de Planejamento Urbano de Barra Mansa, Jorge Melhem, participou nesta segunda-feira, dia 03, de uma reunião com os conselheiros do CODEC BM (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Barra Mansa) e diretores da ACIAP BM. Ao lado de membros da sua equipe, o secretário apresentou, no auditório da entidade, o atual projeto das obras de readequação ferroviária elaborado e gerido pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte).

Segundo Melhem, obras consideradas importantes para a cidade foram suprimidas pelo DNIT do atual projeto. “Algumas passarelas e viadutos previstos inicialmente não serão construídos por conta da redução de verbas federais”, informou o secretário sem, no entanto, informar o número preciso de obras que foram canceladas. “Temos encontrado dificuldades para obter algumas informações junto ao departamento”, afirmou.

O presidente do CODEC BM, Arivaldo Corrêa Mattos, demonstrou a insatisfação do conselho com o atual projeto do governo federal. “Obras fundamentais para garantir a mobilidade dos cidadãos foram retiradas do projeto sem que houvesse debate do DNIT com a sociedade civil organizada. Também percebemos ausência de autonomia da prefeitura para intervir no planejamento das obras”, ressaltou Arivaldo.

O conselheiro Felipe Queiroz aproveitou a reunião para convidar o secretário a compor a câmara técnica de mobilidade urbana do CODEC BM. “Hoje, o projeto prevê a construção de um muro ao longo da linha férrea que vai dividir a cidade e prejudicar o setor empresarial. Queremos que a prefeitura participe da câmara técnica e nos ajude a encontrar alternativas para garantir que a obra de readequação ferroviária realmente atenda aos interesses da população. O conselho vai procurar o DNIT, a Concremat (empresa executora das obras) e autoridades políticas, como deputados estaduais e federais, para buscar soluções”, garantiu Felipe.

O secretário municipal de Planejamento Urbano aceitou o convite do CODEC BM para compor a câmara técnica. Ele ressaltou que o momento é de construção de ideias para garantir melhorias no efetivas no sistema viário de Barra Mansa. “Acredito que devemos prosseguir com o projeto que já existe, no entanto, inserindo alternativas complementares que devem ser discutidas em uma audiência pública. A prefeitura vai levar a Brasília, ainda nesta semana, a proposta de outro terreno para realocação dos moradores da Rua Eduardo Junqueira. Acreditamos que isso pode por fim ao entrave que paralisa as obras”, revelou Melhem.

Apoio ao desenvolvimento tecnológico
Também nesta segunda-feira, dia 03, o CODEC BM firmou apoio ao Hackton Social, projeto de inovação tecnológica desenvolvido pelo UBM (Centro Universitário de Barra Mansa) e que acontece pela primeira vez na região Sul Fluminense. O coordenador e professor de Educação e Serviço da instituição, Efraim Medeiros, explicou que as equipes participantes do Hackton criarão soluções para problemas de interesse público como falta de segurança, entretenimento, mobilidade urbana e descarte indevido de lixo.

“Uma enquete está sendo realizada com a participação da população para ajudar a identificar as principais dificuldades do município. Os projetos para sanar esses problemas serão apresentados na Flumisul, no dia 13 de agosto, quando acontecerá uma premiação para os três melhores trabalhos”, contou Efraim. Para participar da enquete, os interessados devem acessar o site http://intranet.ubm.br/ barramansadonossojeito/index. php.