English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
ESTOU AO VIVO TODOS OS SÁBADOS DE 6:00H DA MANHÃ ÁS 9:00H DA MANHÃ NA RÁDIO LÍDER 90,1 FM.

VOCÊ É MEU CONVIDADO, ENTRE EM CONTATO PARA PARTICIPAR GRATUITAMENTE DO PROGRAMA ZAPPEANDO. DIVULGUE O TRABALHO QUE VOCÊ REALIZA EM SUA IGREJA, BAIRRO OU ENTIDADE REPRESENTATIVA! CHAMAR NO ZAP (24) 9 .9967-2456

terça-feira, julho 11, 2017

Samuca Silva inicia ajuda às entidades filantrópicas de Volta Redonda


Primeira entidade a receber foi a Apae com uma subvenção de R$ 45 mil para cobrir despesas de manutenção

Um grupo de trabalho foi formado pela Prefeitura de Volta Redonda para estudar as possibilidades para ajudar as entidades filantrópicas para enfrentar a crise econômica. Os primeiros resultados já foram obtidos. A Câmara Municipal, por exemplo, aprovou nesta segunda-feira, dia 10, uma mensagem do Executivo que concede uma subvenção de R$ 45 mil, para ajudar a cobrir as despesas de manutenção da Apae (Associação dos Pais e Amigos do Excepcionais) da cidade. A associação vem passando por grave crise financeira e corria o risco de se fechada por falta de recurso. A dívida chegou a ser de R$ 500 mil.

Todos os vereadores presentes aprovaram a matéria por urgência e preferência. O valor será depositado durante sete meses, de acordo com a mensagem assinada pelo prefeito de Volta Redonda. “Nosso principal objetivo é fazer com que as entidades fiquem autossuficientes e dependam cada vez menos do poder público. Porém, neste momento de crise, não podemos deixar de ajudá-los. Os vereadores entenderam que havia a necessidade deste repasse”, explicou Samuca, ressaltando que outras entidades também receberão uma subvenção do governo municipal.

“Atualmente, as entidades são grandes parceiras do município, prestando serviços à comunidade de maneira voluntária e gratuita. Mesmo o município passando por crise econômica, estamos nos esforçando para ajudar essas entidades”, garantiu o chefe do Executivo.
A prefeitura criou um grupo de trabalho em janeiro para tratar dos repasses a todos às entidades. “Nosso objetivo é propor a elas critérios legais claros e objetivos que viabilizam o envio de recursos. O grupo de trabalho discutirá também as públicas publicas e prioridades de todas as entidades que executam um papel fundamental e que auxiliam o município na sua missão institucional”, finalizou o prefeito.